TCA celebra os 50 anos do Tropicalismo com programação especial

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Dentro do projeto “Tropicália: Régua e Compasso”, Ana de Oliveira relança livro e participa do “Conversas Plugadas” na abertura da exposição “Tropicália 50 Anos”, em 19 de outubro; Domingo no TCA apresenta o “Sarau Tropicália” no dia 22

No ano de seu cinquentenário, o Teatro Castro Alves (TCA), equipamento da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), divide as velas do bolo com outro aniversário de 50 anos essencial para a cultura brasileira: o da Tropicália. A festa conjunta se integra ao projeto “Tropicália: Régua e Compasso”, da SecultBA, para encerrar todo um ano de atividades em torno deste marco. A programação convida a pesquisadora e documentarista Ana de Oliveira, reconhecida internacionalmente como uma das maiores estudiosas do movimento tropicalista, para relançar o seu livro-objeto “Tropicália ou Panis et Circencis” e ainda participar do “Conversas Plugadas”, no momento em que também abre a exposição “Tropicália 50 Anos”, no dia 19 de outubro (quinta-feira), às 19h, com entrada franca. No domingo seguinte, 22 de outubro, às 11h, o “Domingo no TCA” apresenta o show “Sarau Tropicália”, comandado pelo Sarau do João, reunindo 24 artistas no palco da Sala Principal do TCA, com ingressos a R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia).

Baiana radicada em São Paulo, Ana de Oliveira, além de ter concebido e editado “Tropicália ou Panis et Circencis”, também criou o site www.tropicalia.com.br, a maior referência de informações sobre o tema, ao qual se dedica há mais de 20 anos. Ana ainda integrou a equipe curatorial e de pesquisa da exposição internacional “Tropicália: A Revolution in Brazilian Culture”, realizada pelo Museum of Contemporary Art Chicago e Bronx Museu, e roteirizou os vídeos exibidos na mostra.

Além de relançar o livro-objeto em sessão de autógrafos, Ana de Oliveira fará, ao lado da cantora Claudia Cunha e da violonista Jana Vasconcellos, uma edição especial do “Conversas Plugadas”, com bate-papo musicado, numa viagem pelo Tropicalismo embalada pela execução de canções simbólicas para o movimento. Isto tudo em meio à abertura da exposição “Tropicália 50 Anos”, que exibe obras criadas especialmente para o livro, com inspiração no disco que lhe deu nome. A mostra reverencia, atualiza e expande o alcance do disco-manifesto tropicalista, com criações de Gringo Cardia, Lenora de Barros, André Vallias, Guto Lacaz, Aguilar, Ernane Cortat, Ailton Krenak, coletivo artístico Assume Vivid Astro Focus, entre outros, que fizeram interpretações visuais de cada uma das 12 faixas do álbum, resultando em um variado painel que mantém vivo o espírito do Tropicalismo. A visitação seguirá até 17 de novembro.

DOMINGO NO TCA – No domingo, dia 22 de outubro, às 11h, o show “Sarau Tropicália”, comandado pelo Sarau do João, vai reunir 24 artistas e grupos para cantar, tocar e criar com base no repertório tropicalista, dentro do projeto “Domingo no TCA”. O espetáculo será um mergulho na musicalidade, poesia, moda e ambientação do impactante universo do Tropicalismo, que terá uma tradução dentro da contemporaneidade, porém com fidelidade ao movimento. As artes plásticas também se farão presentes, com a ação da pernambucana Simone Mendes, que criará uma obra em cena. Além disso, para a homenagem, estará em cena o tropicalista José Carlos Capinan.

Os outros 22 nomes que comandam a parte musical são Alexey Martinez, Ana Américo, Banda de Boca, Carlinhos Cor das Águas, Carlos Eládio, Carlos Pitta, Cinho Damatta, Claudia Cunha, Coro de Cor, Fernando de Oliveira, Hélio Gazineo, Jana Vasconcellos, Leonardo Barros Reis, Luíza Britto, Lula Gazineu, Mauricio Peixoto, Mônica San Galo, Priscila Magalhães, Rita Tavarez, Roberto Carvalho, Tertuliano da Gaita e Tom Tavares. O Sarau do João tem coordenação geral de João Américo, um tradicional promotor de saraus musicais na Bahia. A direção musical é do cantor, compositor e radialista Tom Tavares e a produção executiva, da dançarina, coreógrafa, professora, diretora e produtora de Rita Basttos.

TROPICÁLIA: RÉGUA E COMPASSO
Ana de Oliveira Relançamento do livro-objeto “Tropicália ou Panis et Circensis”
Conversas Plugadas Especial: bate-papo musicado com Ana de Oliveira, Claudia Cunha e Jana Vasconcellos
Abertura da exposição “Tropicália 50 Anos” Onde: Foyer e Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quando: 19 de outubro (quinta-feira), 19h - Entrada franca Visitação da exposição: 20/10 a 17/11, ter a dom, 12h às 18h
 Domingo no TCA apresenta: Sarau do João em “Sarau Tropicália” Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves
Quando: 22 de outubro (domingo), 11h Quanto*: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)
* Vendas somente no dia, a partir de 9h, com acesso imediato do público.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©