"MÊS DOS DENTISTAS" TRAZ ALERTA PARA IMPORTÂNCIA DO PROFISSIONAL

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Engana-se quem pensa que o dentista cuida apenas da Saúde Bucal do paciente. Os tratamentos, hoje em dia, vão além: elevam a autoestima de quem os procura, melhoram qualidade de vida e revelam como nosso corpo é, realmente, todo integrado e só funciona perfeitamente se todos os cuidados estiverem em dia.
No mês de outubro, em que se comemora o Dia Mundial (3) e o Dia Nacional do Dentista (25), reforça-se a importância deste profissional que promove grandes mudanças no estilo de vida do paciente. "A origem de muitos dos problemas do ser humano está na boca, até mesmo o estresse, tido como o 'mal do século'", destaca Eduardo Oliva, Especialista de Prótese e Implantes Dentários e Mestre e Doutor em Reabilitação Oral pela UNESP-Araraquara.
As más condições de higiene bucal podem causar não apenas doenças na própria boca - placa bacteriana, cárie, cálculo, doenças da gengiva e lesões -, como levar ou agravar enfermidades, principalmente doenças cardiovasculares, diabetes e até hipertensão. "Muitos pacientes não levam a sério a saúde bucal e só procuram um profissional quando algo muito grave já está acontecendo. Nosso esforço é sempre promover a prevenção de doenças, estimulando a volta do paciente para revisões e acompanhamento contínuo", destaca Marcos Oliva, Doutor em Biotecnologia e Mestre em Cirurgia Buco Maxilo Facial.
Não levar a sério os cuidados com a higiene da boca e dos dentes, no entanto, pode levar o paciente até mesmo à morte. Um dos problemas mais graves originados pela falta de cuidados é a endocardite bacteriana, infecção que afeta diretamente o coração e pode surgir de um simples sangramento na boca, permitindo que bactérias entrem no sistema sanguíneo e atinjam válvulas ou tecidos, causando danos ao revestimento interno do coração.
"A boca é rica em micro-organismos que, de maneira geral, convivem harmoniosamente. Havendo um desequilíbrio, eles passam a ser os agressores e, na maioria das vezes, é na mucosa bucal que serão apresentados sinais de alerta sobre problemas em outros órgãos do corpo", revela Agda Rios Oliva, Mestre em Odontologia e pós-graduada em Terapêutica Odontológica, lembrando que bactérias que se desenvolvem na boca, resultado da falta de cuidados, chegam aos pulmões e podem causar doenças como a pneumonia.
O trio traz como exemplo a Gengivite, uma "simples" inflamação na gengiva, que aumenta os riscos de problemas cardíacos. Estudos revelam que há relação entre infecções bucais e risco de acidente vascular cerebral (AVC). Grávidas com a doença estão mais propensas a partos prematuros ou bebês abaixo do peso. "

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©