Exposição sobre África e futuros é montada em Salvador

segunda-feira, 11 de setembro de 2017



Em 2017 e 2018, a exposição alemã "FAVT: Future Africa Visions in Time" viaja pelo continente africano. Até agora, já foram duas escalas, a primeira em Nairobi (Kenia) e a segunda em Joanesburgo (África do Sul). O projeto tem conceito assinado por Katharina Fink, Storm Janse Van Rensburg e Nadine Siegert – esta última, atual residente do Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia. Por conta desta presença na cidade, uma passagem da mostra em Salvador está agendada. Aqui, ela se transforma em "FABVT: Future Afro Brazil Visions in Time" e, juntamente com o curador local Tiago Sant'Ana, convida projetos artísticos da Bahia para participar deste diálogo e explorar diversas áreas de pesquisa e debates que, criticamente, se empenham em refletir, interpretar, imaginar, intervir, inquietar, traduzir ou antecipar as concepções de "futuros", "temporalidades" e "África". Fotografia, instalação, paisagens sonoras, projeções, texto e performance estão integrados. A abertura acontece no dia 15 de setembro (sexta-feira), às 18h, na Galeria do Goethe-Institut, com entrada franca.

 

A curadoria da edição baiana, feita em dupla por Nadine e Tiago, reúne trabalhos do Coletivo Afrobapho, Danillo Barata, Kitso Lynn Lelliott, Kiluanji Kia Henda, Cláudio Manoel, Laila Rosa, Raphael Bqueer e Virgínia de Medeiros. Na data do vernissage, haverá uma visita guiada com os curadores e a convidada Emi Koide, além de uma performance de abertura do BATUQUE FUTURO_3 (Laila Rosa, Neila Kadhí e Cláudio M.), acompanhada de cinema ao vivo com Danillo Barata. A visitação segue até 6 de outubro.

 

A exposição FAVT já esteve em exibição no Iwalewahaus em 2015 e será realizada em várias cidades até 2019. No início de 2018, estará em Windhoek (Namíbia) e Harare (Zimbábue). Em cada local, ela é acompanhada por uma performance e por ativações que proporcionam uma plataforma de debates e de mútuo engajamento de pesquisadores, artistas e público em geral. Os artistas locais não apenas são convidados a expor seu trabalho, mas também a contá-lo com discursos relacionados a futuros e futurismos. Assim, artistas e pesquisadores, ativistas e acadêmicos fazem um intercâmbio frutífero e crítico sobre conceitos, ideias e visões de tempo e futuro. Originalmente gerados por pesquisadores e artistas convidados da Bayreuth Academy of Advanced African Studies (Alemanha), os questionamentos de base são: quais conceitos de futuro são desenvolvidos em momentos de incerteza e ruptura? Como o futuro é representado e visualizado na arte e na ficção? Em quais caminhos o passado ressoa no futuro? E como nós podemos antecipar alternativas futuras para um presente conturbado?

 

Esta realização tem apoio da Robert Bosch Stiftung, instituição da qual Nadine Siegert é bolsista, e também do Goethe-Institut, Iwalewahaus, Bayreuth Academy of Advanced African Studies e Universitat Bayreuth. É uma realização do Goethe-Institut Salvador, Iwalewahaus e Bayreuth Academy of Advanced African Studies.

 

SOBRE NADINE SIEGERT – Chefe adjunta do Iwalewahaus, museu e centro de pesquisa da Bayreuth Universität (Universidade de Bayreuth, Alemanha), estudou Etnologia, Filosofia e Sociologia na Johannes Gutenbert Universität Mainz (Universidade de Mainz, Alemanha). Em 2006, transferiu-se para a Bayreuth Universität, onde trabalhou como pesquisadora em projetos de pesquisa para artes midiáticas na Iwalewahaus e como curadora de exposições sobre arte contemporânea africana. Em 2013, concluiu doutorado em Arte Contemporânea em Angola, pela Bayreuth International Graduate School of African Studies. Desde 2016, coordena o projeto de pesquisa "African Art History and the Formation of a Modernist Aesthetic" ('História da Arte Africana e a formação de uma Estética Modernista') e investiga a estética socialista na África, especialmente a iconografia de militantes femininas na África lusófona. Suas curadorias de exposições mais recentes, além da "FAVT", desde 2015, foram: "Mashup" (2015) e "Things Fall Apart" (2016).

 

SOBRE TIAGO SANT'ANA – Artista da performance, doutorando em Cultura e Sociedade pela Universidade Federal da Bahia. Desenvolve pesquisas em performance e seus possíveis desdobramentos desde 2008. Seus trabalhos como artista imergem no imaginário social, tensões e representações das afrobrasilidades. É integrante do Coletivo OSSO de Performances Urbanas, com quem divide a curadoria e organização da "MOLA – Mostra OSSO Latino Americana de Performances Urbanas" e da "Incorpora – encontros virtuais em performance". Como curador independente, desenvolve projetos que relacionam arte, genealogias e identidades culturais. Foi curador-assistente da 3ª Bienal da Bahia (2014), além de ter organizado outras exposições como "Campo de Batalha" (2017), no Goethe-Institut Salvador. 

 

VILA SUL Oficialmente inaugurado em novembro de 2016, o Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia é o terceiro no âmbito geral das 159 unidades do Goethe-Institut existentes no planeta, e primeiro e único da rede no "sul global", abaixo da Linha do Equador. Sua proposta é de fortalecer interlocuções entre o Brasil e demais países do hemisfério Sul a partir da presença de artistas de todo o mundo. A vinda dos residentes se baseia no seu interesse genuíno em questionamentos que abordem perspectivas do tema ou que promovam o diálogo entre países deste hemisfério. Além de vivenciar a cidade e o estado, os visitantes têm contato com produções e agentes culturais locais, num intercâmbio de referências, experiências e conhecimentos. Entre 2016 e 2017, 31 artistas e intelectuais já experimentaram esta oportunidade. Atualmente, entre agosto e outubro, mais quatro residentes estão hospedados: além de Nadine Siegert, participam o músico e produtor musical alemão Allie; o jornalista e escritor alemão Paul Ingendaay; e a artista visual canadense Sandra Tannous.

 

"FABVT: Future Afro Brazil Visions in Time"

Abertura: 15 de setembro (sexta-feira)

18h: Vernissage

19h: Visita guiada

20h: Performance com BATUQUE FUTURO_3 e Danillo Barata

Visitação: 16 de setembro a 6 de outubro, de segunda a sábado, das 14h às 19h

Onde: Goethe-Institut Salvador-Bahia

(Av. Sete de Setembro, 1809, Corredor da Vitória)

Quanto: Gratuito

 Site: www.goethe.de/bahia

Facebook: www.facebook.com/goethe.bahia

Instagram: @goethe.bahia




--

 


0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©