Dia Nacional de Combate ao colesterol. Mas este não é o vilão!

terça-feira, 8 de agosto de 2017

O problema não está no colesterol, afirma especialista!
Médico alerta para a importância de prevenir a inflamação crônica silenciosa através de hábitos saudáveis como a alimentação natural e a prática regular de atividade física.

O Dia Nacional de Combate ao Colesterol é celebrado nesta terça-feira, dia 08 de agosto e tem como objetivo alertar a população para o combate e controle das taxas de gordura no sangue. O colesterol é um grupo de gorduras necessárias para o organismo exercer algumas funções, como a produção de determinados hormônios, ou seja, precisamos dele, apesar disso, ele é visto como a principal causa do acidente vascular cerebral (derrame) isquêmico e do infarto agudo do miocárdio, grupo de doenças cerebrovasculares que mais matam no Brasil e no mundo. Mas, segundo o médico Caio Meira, não é com as taxas de colesterol que as pessoas devem se preocupar, mas sim com a inflamação crônica silenciosa.
Segundo ele, durante anos vem se sustentando a ideia de que as pessoas devem se preocupar com os níveis sanguíneos de colesterol, visto que em níveis elevados ele seria preditor de doença cardiovascular. Porém, que tem se demonstrado nos últimos anos, através de novos estudos e da análise de estudos antigos é que não existe relação direta entre níveis de colesterol sanguíneo e doença cardiovascular. Ao contrario, já existem estudos na Europa e Estados Unidos que associam maior longevidade com maiores níveis de colesterol sanguíneo, explica Meira. 
Entre os benefícios do colesterol o médico cita sua importância para a formação dos hormônios sexuais, da vitamina D e dos neurônios. Mas, se não é o colesterol o bicho papão que muitos pensam ser, com o que as pessoas devem se preocupar? “Com a inflamação crônica silenciosa, essa sim gera danos cardiovasculares importantes”, afirma o médico. Segundo ele, a melhor forma de evitar e/ou diminuir esta inflamação consiste em ter uma alimentação natural, evitando principalmente alimentos ricos em carboidratos refinados, óleos trans e hidrogenados, açúcares, doces, refrigerantes, eliminando toxinas e praticando atividade física regular.
“A prática regular de atividades físicas, feita de maneira correta e bem orientada, é comprovada como peça importante no controle da inflamação e em promover longevidade, além disso, é aconselhável o uso consciente de suplementação, para oferecer ao nosso corpo o suporte necessário no complemento a carências alimentares e a redução do estresse, seja ele físico, mental ou emocional”, afirma.
De acordo com Alex Wendel, coordenador técnico da Hammer Fitness Club, unidade Barra, isso acontece porque a atividade física eleva a produção de enzimas como a lipoproteína lípase, também conhecida como LPL. Localizada nas paredes dos vasos sanguíneos, nos depósitos de gordura, no coração e nos músculos, estas enzimas contribuem para o aumento da circulação e do fluxo de sangue impedindo que as gorduras acumulem nas paredes arteriais.
Ainda de acordo com o coordenador, para obter os benefícios da prática de atividade é importante que ela se repita pelo menos três vezes por semana, sendo o melhor exercício aquele que proporcione prazer ao praticante.  “É isso que vai garantir que ele se mantenha ativo”, diz. Para finalizar, o médico Caio Meira ressalta que: “o cuidado da saúde de uma forma geral é mais importante que os números laboratoriais”. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©