Walter Smetak é homenageado em concerto da orquestra alemã Ensemble Modern

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Vinda da Alemanha, a Ensemble Modern, mais importante orquestra de música contemporânea do mundo, apresenta no Brasil “Reinventando Smetak”, um mergulho no fascinante trabalho do suíço naturalizado brasileiro Walter Smetak (1913-1984), que morou na Bahia desde a década de 1950 até o fim da vida. Com agenda também no Rio de Janeiro e em São Paulo, a apresentação única em Salvador será no dia 5 de julho (quarta-feira), às 19h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves (TCA), executando um repertório de peças inéditas criadas por compositores contemporâneos reconhecidos na cena mundial, tendo como inspiração a obra deste precursor da contracultura brasileira e um dos influenciadores do movimento Tropicália. Os ingressos têm o valor simbólico de R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia).

O quarteto de compositores convidados para o desafio criativo é formado pela australiana Liza Lim, que compôs a peça “Ronda – O Mundo em Rotação”, junto com três brasileiros: Arthur Kampela, baseado nos Estados Unidos, que assina a composição “...tak-tak...tak...”; Daniel Moreira, radicado na Alemanha, que criou “Instrumentarium”; e o baiano Paulo Rios Filho, que compôs “Volvere”. Para cumprirem a encomenda, eles viveram uma imersão no trabalho Smetak e conviveram com ambientes e pessoas importantes na sua história. Lim, Kampela e Moreira fizeram residência no Goethe-Institut Salvador-Bahia, em meados de julho do ano passado, para esta experiência e pesquisa sobre o mundo sincrético do inventor musical e pensador.
 Nesta turnê brasileira, o grupo Ensemble Modern se apresenta no Rio de Janeiro (Sala Cecília Meireles), no dia 1º de julho, em São Paulo (Sala São Paulo), em 12 de julho, além de outros concertos durante o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão.

CONVERSA ABERTA, FILME E OFICINA – Complementando o aprofundamento no mundo de Smetak, o Goethe-Institut Salvador-Bahia recebe em seu teatro, no dia 4 de julho, véspera do concerto, às 19h, a conversa aberta “Reinventando Smetak”, com participação do músico, arte-educador e pesquisador Bira Reis; do compositor, escritor e professor Paulo Costa Lima, membro da Academia Brasileira de Música e da Academia de Letras da Bahia; do cantor, músico, compositor e produtor musical Tuzé de Abreu; do músico Uibitu Smetak, filho caçula do homenageado; e do cineasta Walter Lima, cujo filme documentário “O Alquimista do Som” (1978), sobre Walter Smetak, abre o debate da noite. A mediação será feita pela Profª Dra. Carmen Paternostro, vice-diretora da Escola de Dança da UFBA, dançarina, coreógrafa e diretora de espetáculos. O encontro é aberto ao público, com entrada franca, e tem colaboração da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal da Bahia (PROEXT-UFBA).
 Além disso, durante sua permanência em Salvador, a Ensemble Modern promoverá uma oficina para alunos e professores da Escola de Música da UFBA.

Conversa aberta + exibição do filme “O Alquimista do Som” (1978) Quando: 4 de julho (terça-feira), 19h
Onde: Goethe-Institut Salvador-Bahia (Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória) Quanto: Gratuito
Concerto da Ensemble Modern Quando: 5 de julho (quarta-feira), 19h Quanto: R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia)
Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves (Praça Dois de Julho, s/n – Campo Grande)
Vendas: Bilheteria do Teatro Castro Alves, SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista e ingressorapido.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©