VI Feira do Empreendedor tem painel sobre os Rumos do Empreendedorismo na Bahia

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Acontece hoje (26), às 19 h, na Faculdade Dom Pedro II, a VI Feira do Empreendedor promovida pelos discentes do curso de Gestão Comercial e orientada pela professora Emanuele Pereira.  O evento contará com um painel  de discussão com Patric Piton, presidente Associação de Jovens Empreendedores da Bahia (AJE-Ba); Rosemma Malut, diretora da Associação Comercial da Bahia e Sócia Diretora do Shopping da Bahia Outlet Center e Fabrício Barreto,  orientador e especialista de Negócios do Sebrae.  A discussão abordará os Rumos do Empreendedorismo na Bahia, os impactos da tecnologia e da inovação no desenvolvimento das atividades empreendedoras e o que diferencia os empreendedores  por oportunidades dos por necessidade.
 “Observa-se que apesar do Brasil ter uma população com a vontade em querer empreender o ambiente não é favorável ao amadorismo e há cuidados a serem tomados antes da abertura de um empreendimento, um desses é o desenvolvimento de competências dos empreendedores e profundo conhecimento do ambiente que ele irá atuar. O nosso evento faz parte das ações do Projeto Integralizador IV, idealizado desde 2014, o qual permite que os discentes tenham contato com empreendedores e especialistas que abordam as oportunidades de negócios e os conhecimentos que o futuro gestor deverá adquirir para sua atuação, além também dos aprendizados com insucessos de empreendedores, afinal o sucesso não é uma linha reta”, explica a docente Emanuele Pereira.
Empreendedorismo no Brasil
A pesquisa “Empreendedorismo no Brasil”, em 2015, realizada pelo Global Entrepreneurship Monitor (GEM), patrocinada pelo Sebrae, revela que no Brasil, em cada dez brasileiros adultos, quatro já têm uma empresa ou estão envolvidos com a criação de uma. Apesar do número crescente em empreendedores no Brasil, há também um aumento de empresas que fracassaram nos últimos anos. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) o fechamento de empresas supera a abertura, desde 2014, quando o número de empreendimentos  fechando as portas foi bem maior do que aqueles que haviam surgido no mercado.  Em 2015 quase 1,8 milhão encerraram seu cnpj, mais que o triplo de empresas que encerraram suas atividades, comparado ao ano anterior.
Avaliando a pesquisa apresenta pelo Sebrae entre julho e agosto de 2016,com 2.006 empresas, criadas nos anos de 2011 e 2012, são alguns dos fatores que contribuem  para a sobrevivência ou mortalidade do negócio: a motivação que fez com que o empreendedor abrisse a empresa, sua ocupação e experiência no ramo, planejamento e gestão do negócio, capacitação dos gestores. São diversos motivos que promovem o encerramento tardio das empresas no Brasil e a falta de orientação técnica e planejamento estratégico são cruciais.
O evento na Faculdade Dom Pedro II
A Feira do Empreendedor, na Faculdade Dom Pedro II acontece sempre no final de cada semestre com exposição de stand, palestras de especialistas e empreendedores. O evento é organizado pelos alunos de Gestão Comercial do 4º semestre, orientados pela professora Emanuele Pereira, na disciplina Projeto Integralizador IV.  A entrada para os ouvintes será 1kg de alimento não perecível a serem doados a instituição de caridade.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©