Livro infantil A Flor que usava lenço homenageia e fala aos corações das mães e crianças com câncer

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Quando alguém na nossa família está atravessando uma doença séria, como conversar sobre isso com as crianças? E quando esta pessoa é a própria mamãe, que está vencendo o câncer, como conduzir? Provando que qualquer assunto pode ser conversado com os pequenos, desde que tenha a linguagem adequada, a editora Mil Caramiolas em parceria com o Grupo CAM, vai lançar no mês das mães um livro infantil super sensível e esperado:  A Flor que usava Lenço. O lançamento, que acontecerá no próximo dia 28 de maio, às 17h, na Livraria Cultura do Salvador Shopping, contará com uma festa especial – e diga-se de passagem alegre e colorida como é o próprio livro – com a presença da escritora Lulu Lima, fazendo a contação da história, do ilustrador Elder Galvão, e da equipe médica e multidisciplinar na Clion, que vivencia no dia-a-dia esta relação com as famílias.
“O livro é um poderoso instrumento para pais e educadores neste diálogo com as crianças. Ele desmistifica o tabu dos temas delicados e, mais do que isso, faz com que os pequenos se identifiquem com os personagens e se sintam acolhidos em suas emoções, experiências e inseguranças”, explica a autora Lulu Lima. No livro, a personagem principal, uma linda margarida, perde suas pétalas momentaneamente, se descaracterizando enquanto flor. Quem lhe ajuda a se acostumar e a amar sua nova imagem é a sua própria filha, que traz beleza e graça para cada momento que ela atravessa. “As fases de chuva intensa, sol escaldante e ventania são uma metáfora delicada para as diversas etapas do tratamento, onde mãe e filha se mantém fortes, lado a lado.”, conta Lulu Lima.
O livro infantil, apesar de ser direcionado para as crianças, acaba por ter um importante papel social no nosso Brasil, na medida em que dá as mãos aos familiares em um dos momentos mais importante de suas vidas. Essa é a proposta do livro, abrir o diálogo, levar esperança, e mostrar que o amor da família é a melhor remédio para vencer para qualquer situação difícil. “A verdade é que as crianças são as primeiras a perceber que há algo de diferente quando as pessoas mais amadas se adoentam. São as primeiras que notam que a mamãe ou a vovó não tem mais energia para brincar ou correr. São as primeiras que sentem sua falta quando elas estão em tratamento. As primeiras que notam a perda dos cabelos. Mas na maioria dos casos, são as últimas a receberem as informações, a força e o acalento que precisam para seus sentimentos. Isto só acontece porque os adultos se sentem inseguros sobre a melhor abordagem”, ressalta Lulu. “A Mil Caramiolas faz diversos livros personalizados a cada mês. Mas criar esta história para o Grupo CAM foi uma experiência tocante, daquelas que enchem a alma da gente de gratidão”, completa Lulu Lima.
A Flor que Usava Lenço, com contação de história, distribuição de brindes e sessão de autógrafos. 
Lançamento Aberto ao público!
Quando: Domingo, 28 de maio, às 17h. Onde: Livraria Cultura do Salvador Shopping, 2° piso.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©