Duo musical da Alemanha faz experimento criativo com artistas da Bahia

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Klaus Janek e Milena Kipfmüller se unem a Jean Souza, Heitor Dantas, Cristiano Figueiró e Edbrass Brasil no Espaço Coaty

O que acontece quando seis artistas de diferentes origens e culturas se unem para um dia de criação coletiva para, ao final, apresentar o resultado ao público? É isto que vai haver no evento “CERNa”, proposto pelo duo musical performático Klaus Janek e Milena Kipfmüller – ele, contrabaixista italiano; ela, artista sonora alemã-brasileira, ambos radicados em Berlim –, tendo como convidados os artistas Jean Souza, Heitor Dantas, Cristiano Figueiró e Edbrass Brasil. Juntos, eles vão ouvir, aprender, debater, comunicar, comprometer e, finalmente, ser artisticamente responsável pelo que surgir para a plateia. A experiência ocupará o Espaço Coaty, no Centro Histórico de Salvador, no dia 15 de maio (segunda-feira), às 18 horas, com entrada franca.

O nome do projeto, “CERNa”, se inspira no CERN, a Organização Europeia de Pesquisas Nucleares, que estuda a estrutura fundamental do universo: físicos e engenheiros usam os maiores e mais complexos instrumentos científicos do mundo para investigar os constituintes básicos da matéria. Já aqui, o foco estará nas partículas artístico-acústicas, feitas para colidirem intencionalmente umas com as outras sem saber o resultado da experiência. A ideia é de que o processo, assim como na ciência, dê aos pesquisadores-artistas pistas sobre como as partículas interagem, promovendo insights sobre as leis fundamentais da natureza artística.

Juntos desde 2013, Klaus e Milena desenvolvem “instrumentos performativos” na interface entre encenação, arte radiofônica e som, produzindo sonoridades incomuns através do processamento de material musical já existente, field recordings e sons baseados na fala humana. Eles agruparam partículas que estão prontas para entrar em fricção com as bases de também músicos experimentais da Bahia: Jean Souza é voz, sintetizador, gaita e percussão do power trio Suzana Bauten, que parte de elementos eletroacústicos para criar ondas sonoras que evocam temas épicos e cibernéticos. Heitor Dantas é compositor, cantor, arranjador, produtor e guitarrista que faz música caracterizada por compassos irregulares e inconstantes, acordes advindos do jazz moderno e do impressionismo. Cristiano Figueiró é músico, compositor e explorador da relação humano-máquina na criação musical. Edbrass Brasil é artista intermídia e produtor que trabalha a partir da manipulação e colagem de gravações e samples, com ênfase na livre improvisação e no microtonalismo.

Klaus Janek e Milena Kipfmüller estão na capital baiana como bolsistas da Robert Bosch Stiftung, uma das maiores fundações corporativas alemãs, sendo acolhidos pelo Programa de Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia.

CERNaCom Klaus Janek, Milena Kipfmüller, Jean Souza, Heitor Dantas, Cristiano Figueiró e Edbrass Brasil
Quando: 15 de maio (segunda-feira), 18h Onde: Espaço Coaty (Ladeira da Misericórdia, s/n – Centro) Quanto: Gratuito
Apoio: Restaurante Oliveiras | Fundação Gregório de Mattos Realização: Robert Bosch Stiftung | Goethe-Institut Salvador-Bahia Site: www.goethe.de/bahiaFacebook: www.facebook.com/goethe.bahia Instagram: @goethe.bahia

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©