Curso sobre Liturgia Jeje-Nagô e à Cosmogonia do Candomblé da Bahia abre programação do IGHB

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia anuncia o primeiro curso de 2017 -  “Introdução à Liturgia Jeje-Nagô e à Cosmogonia do Candomblé da Bahia”. O encontro vai acontecer de 30 de janeiro a 10 de fevereiro (30 jan, 01, 03, 06, 08 e 10 fev), sempre das 14h às 17h. O objetivo é demonstrar a existência de uma estrutura formal de culto religioso embasada em uma cosmogonia Afro Ocidental a configurar o circuito litúrgico intrínseco a prática do Candomblé Jeje-Nagô.

As aulas serão ministradas pelo especialista na língua yorubá Adelson Silva de Brito, que defende o estudo detalhado da ritualística do Candomblé Jeje-Nagô. “A realidade caracterizada pela aparente prática corporal, meramente atávica ou “onomatopaica” e “folclórica” não corresponde a verdade do Candomblé Jeje-Nagô, por ser uma interpretação equivocada alimentada por preconceitos ao longo de uma história, construída com base em uma agenda oficial que esconde a participação do legado cultural dos povos africanos na construção da nação brasileira”, explica.

Os módulos irão abordar os cânticos em língua Yorùbá e dialeto Fòn (um dos dialetos primordiais da nação Jeje) como textos litúrgicos dotados de significados etimológicos e construídos segundo estruturas linguísticas dotadas de regras léxicas e gramaticalmente bem fundamentadas; e a existência de uma sequência otimizada de atividades segundo um circuito cosmogônico bem definido nas práticas litúrgicas do cotidiano do Candomblé Jeje-Nagô. 

A inscrição tem investimento de cinquenta reais mais produtos de higiene pessoal (a serem doados durante o curso a uma creche e abrigo de idosos) e pode ser feita no site do IGHB - www.ighb.org.br. Mais informações no telefone 71 99308 7315.

Sobre o palestrante: Adelson Silva de Brito é Mestre em Saúde, Ambiente e Trabalho pela Ufba, pesquisador no campo das desintegrações nucleares naturais, e professor de línguas estrangeiras. Atualmente, as funções religiosas na Tradição de Matriz Africana Jeje-Nagô, no cargo de Mawo (Ministro de Grande Confiança e Embaixador entre as Culturas Jeje e Nagô) tem se tornado o foco da sua atuação. As pesquisas sobre os Rituais da Liturgia Jeje, estão conduzindo o seu projeto de doutorado para a área da Antropologia e da Etnografia da Cultura Religiosa Jeje na Bahia.

O IGHB é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa de ações continuadas a instituições culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura. 
Acompanhe a programação:
Janeiro
30 - Exú, Legba e a abertura dos caminhos
Fevereiro
01 - Orí ati Ewé e a profilaxia Corpóreo Espiritual Jeje-Nagô
03 - Axé: A saúde espiritual e a boca
06 - A força silenciosa da Terra, o Reino de Obaluayê
08 - Voduns, Orixás, e as tempestades que renovam a vida
10 - As energias do branco:
Alá funfun OrixásVoduns e a Força da Paz

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©