Grande festa marca inauguração de residência artística do Goethe-Institut Salvador

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Presidente do Parlamento Alemão, presidente do Goethe-Institut e embaixador da Alemanha no Brasil vieram ao Brasil especialmente para o ato

​Georg Witschel (embaixador da Alemanha no Brasil), Klaus-Dieter Lehmann (presidente do Goethe-Institut) e Norbert Lammert (presidente do Parlamento Alemão) cortam a fita

Está oficialmente inaugurada a Residência Artística Vila Sul do Goethe-Institut Salvador-Bahia. O ato simbólico de corte da fita foi consumado às 18h30 desta quarta-feira, 16 de novembro, pelo presidente do Parlamento Alemão, Norbert Lammert; pelo presidente do Goethe-Institut, Klaus-Dieter Lehmann; e pelo embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, que vieram a Salvador especialmente para tal celebração.

Depois, autoridades e convidados se reuniram no Teatro do Goethe-Institut/ICBA para as falas oficiais. “Dois anos de reformas nos trouxeram até aqui, a essa nova era do Goethe-Institut Salvador”, disse Manfred Stoffl, diretor do Goethe-Institut Salvador-Bahia. “Este é um dia especial. Inauguramos a primeira residência do Goethe-Institut no Sul Global, na primeira capital do Brasil, a maior cidade negra fora da África. O Goethe-Institut defende a abertura do mundo. O que é nosso e o que é do outro têm de ser considerados em suas diferenças, mas lado a lado. Estou curioso para ver o futuro da Vila Sul”, falou Klaus-Dieter Lehmann, presidente da rede de 159 unidades do Goethe-Institut ao redor do mundo.

Em seu discurso, o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, defendeu intercâmbios culturais: “Trocando ideias, conseguimos ter muito mais do que antes. Para o Governo Federal Alemão, residências artísticas são um bom investimento. Vivemos em um mundo cada vez mais complexo, e a solução para este mundo não está em construir novos muros, ainda que muros construídos nas cabeças das pessoas: muros de ignorância e medo. Precisamos intensificar intercâmbios entre culturas”, disse.

Por fim, o presidente do Parlamento Alemão, Norbert Lammert, se disse feliz por estar presenciando o momento. “Diante do debate de questões políticas e sociais, os meios da arte têm muita força. E a arte que confirma o que já conhecemos pode não ser supérflua, mas também não é necessária. Sociedades precisam de mudanças, especialmente quando não querem mudança. O desenvolvimento não vem só da ciência, tecnologia, economia, mas pela arte e pela cultura”, afirmou. “A Alemanha é o principal parceiro do Brasil na Europa. E para a Alemanha, o Brasil é o maior parceiro neste continente. Não nos é indiferente os rumos que o Brasil vai tomar”, finalizou.

FESTA – Depois das formalidades, uma grande festa se iniciou às 20h, ocupando o pátio do ICBA, com portas abertas ao público e reunindo centenas de pessoas. Dois DJs embalaram a noite: ÀTTØØXXÁ, representante local, e Daniel Haaksman, vindo de Berlim. Os artistas Leonardo França, Neto Machado e Luís Parras fizeram intervenções e performances. Também foi aberta a exposição “02”, reunindo obras e registros provenientes dos diálogos entre os residentes que já passaram por Salvador este ano e diversos agentes, cenas e públicos da Bahia.

Com mais de 50 anos de atividade na capital baiana, o Goethe-Institut consolida assim uma nova frente de atuação que pretende fortalecer interlocuções artísticas e culturais entre o Brasil e demais países do hemisfério Sul a partir da presença de artistas de todo o mundo. O Programa de Residência Artística Vila Sul se torna o terceiro no âmbito geral do Goethe-Institut, e primeiro e único da rede no “Sul Global”, abaixo da Linha do Equador. A inauguração apresentou à sociedade baiana este projeto suntuoso e os quatro apartamentos construídos no andar superior da bela sede localizada no Corredor da Vitória.
Site: www.goethe.de/bahia  Facebook: www.facebook.com/goethe.bahia  Instagram: @goethe.bahia

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©