Exposição inédita na Bahia integra comemorações dos 50 anos de carreira de César Romero

terça-feira, 1 de novembro de 2016


Depois da abertura da exposição comemorativa, na Caixa Cultural, o artista também faz mostra com trabalhos elaborados em papel, no Museu de Arte da Bahia

Pela primeira vez na Bahia, o artista plástico, fotógrafo e crítico de arte, César Romero, apresentará trabalhos feitos em papel, durante exposição que integra as comemorações dos seus 50 anos de carreira. A mostra, que compreende 50 desenhos, 50 fotografias e 35 gravuras, será aberta oficialmente no dia 09 de novembro, às 19h, no Museu de Arte da Bahia (MAB), com entrada livre, e fica disponível para visitação do público até o final do mês.


Apesar de serem expostas somente agora em Salvador, as peças já ganharam o mundo e passaram por diversas capitais do Brasil. Nas obras usando o papel como suporte, a cultura popular nordestina é revivida e valorizada em suas características, tradições e peculiaridades, seja na atmosfera interiorana, nas festas de largo, nas festas juninas, no circo, nas lendas, na religiosidade, dentre outras. Sua identidade cultural, enfim, é de ser baiano, nordestino, brasileiro e universal, como ele próprio gosta de se autodefinir.

A visitação acontece de terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, até dia 30 de novembro. Na abertura, também será lançado o livro A Brasilidade na Pintura de César Romero, escrito pela filósofa e crítica de arte, Mirian de Carvalho, que aborda o universo contemporâneo brasileiro presente na pintura e na arte de César Romero, mergulhando nas influências populares que o artista teve desde a infância, em Feira de Santana, até emergir de forma erudita no enfoque das suas pinturas. 

Arte em Papel
A produção artística em suporte, no papel, de César Romero começou com a produção de gravuras, abarcando o período de 1977 a 1988. São litogravuras e serigravuras, em que o público pode apreciar estampas distribuídas nas séries: Imaginárias, Paisagens com Faixas Emblemáticas, Arraias e Faixas Emblemáticas. As obras se espalharam pelo mundo, através das Edições feitas pela Almavera - São Paulo, e pela Imagem - Rio de Janeiro. 

No início dos anos oitenta, descobriu os Tamboretes das Festas de Largo da Bahia, e se encantou pelo geometrismo pintado nos banquinhos. No período de 1981 a 1992, o artista reinventa e reproduziu em fotografias 215 imagens. O resultado disso gerou prêmios em Salões de Artes Oficiais e exposições Individuais em São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Santa Catarina e no Distrito Federal.

A expressão de arte através do desenho, na trajetória de César Romero, é mais recente, 2009 a 2015. A primeira exposição ocorreu em 2011 com a série Urdiduras, realizada no Lugar Pantemporâneo. O método usado para desenhar foi através da técnica de marcar o papel com lápis grafite, crayon aquarelavel, acrílica, caneta, nanquim colorido, e transfigurando detalhes de rendas de bilros, das composições de fuxicos, bicos de metro, panos de bandeja e afins.
 Os trabalhos feitos com papel por César Romero, ainda inédito na Bahia, constam de fotografia, gravuras e desenhos - todos com o mesmo tema, de sempre divulgar o nordeste brasileiro. 

Serviço: >Exposição: César Romero – trabalhos sobre papel Artista: César Romero
Abertura: 09 de novembro, às 19h
Visitação: de terça a sexta-feira, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 18h, até 30 de novembro
Local: MAB - Museu de Arte da Bahia (Av. Sete de Setembro, 2331, Vitória) Ingresso: Entrada franca
Patrocínio: Frutosdias Informações: (71) 99972-7474 (produção) e (71) 3117-6902/08 (MAB) 

>Lançamento do livro A Brasilidade na Pintura de César Romero Autora: Mirian de Carvalho
Data: 09 de novembro, às 19h Patrocínio: Frutosdias, Fazcultura e Governo da Bahia
Local: MAB - Museu de Arte da Bahia (Av. Sete de Setembro, 2331, VitóriaIngresso: Entrada franca
Informações: (71) 99972-7474 (produção) e (71) 3117-6902/08 (MAB) 
O livro estará na íntegra online no site www.cesarromero.art.br a partir do dia 09 de novembro. Duzentos exemplares serão doados para bibliotecas públicas, através da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBa). 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©