Vem aí a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Simulações de crimes, explosão e guerra agitam Semana Nacional de Ciência e Tecnologia
Quatro dias e cerca de 100 horas de atividades. Esses dados pertencem à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2016 (SNTC), maior evento de iniciação científica e tecnológica do país. Dentro de 20 dias, de 19 a 22 de outubro, as instalações do Senai Cimatec, situado na Avenida Orlando Gomes, vão receber milhares de pessoas interessadas em conferir as diversas atrações da feira anual.

Além de estandes, palestras e espaços com programação própria, instalados na parte interna do complexo, a área externa irá abrigar simulações que devem conseguir grande interação com o público, bem como food trucks, feira orgânica e uma unidade da Praça da Ciência, com brinquedos lúdico-científicos que facilitam a absorção de noções de física e ciência. Departamento de Polícia Técnica (DPT/BA), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope/BA) e Marinha são os responsáveis pela presença de dispositivos de última geração que facilitam a tarefa de garantir a segurança e desvendar crimes.

O DPT já participou de outras edições da Semana e as técnicas portáteis forenses utilizadas por profissionais da unidade costumam fascinar os visitantes. Desta vez, a grande novidade é a montagem de uma cena de crime e o fato de que apetrechos ligados à análise de DNA e impressões digitais poderão ser manuseados por quem visitar o local. “Trata-se de um cenário interativo, que vai conter pistas como impressões digitais e manchas de sangue. O público vai poder analisar a cena do crime, usando os equipamentos”, descreve a perito criminal e coordenadora do Departamento, Dayana Barbosa.

Mais simulações - A Marinha de Guerra vai dar a oportunidade de crianças, jovens e adultos manobrarem, por cerca de dois minutos, um navio de guerra. O simulador, que se assemelha a um videogame e cujas imagens são exibidas em três telas de 48 polegadas, cada, vai fazer um trajeto nas águas da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. “É o mesmo equipamento usado para formar oficiais da Escola Naval”, elucida o 2º Tenente da Marinha, Jutaí da Guia, que ainda esclarece que “os controles lembram uma manete de avião”.
Veículos e robôs antibomba empregados pelo Bope em situações com risco iminente de explosão também serão expostos na parte externa do Senai Cimatec. Estes dispositivos são capazes, inclusive, de detectar a existência de agentes químicos, biológicos e radiológicos, normalmente, presentes em artefatos explosivos.

Apoio e realização - A organização da Semana, no âmbito da Bahia, está a cargo da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação Estadual. Mesmo com a maior parte das atividades relacionadas à SNCT 2016 ficar concentrada em Salvador, diversas ações serão realizadas em municípios espalhados pelo território baiano. Neste ano, o evento conta com o apoio da Braskem; Grupo Neoenergia (Coelba); Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás); Banco do Nordeste; Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); MCTIC; Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia; além das secretarias estaduais de Infraestrutura (Seinfra) e Educação (SEC).

Informações adicionais sobre a Semana podem ser conferidas no site http://www.secti.ba.gov.br/snct.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©