Bahia é pioneira no Nordeste na transformação de lixo em energia limpa

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

A matriz energética brasileira tem buscado cada vez mais soluções sustentáveis para ampliar a participação de fontes renováveis. Primeiro foi com as hidrelétricas e, agora, com a produção eólica e solar. Mas há espaço também para tirar energia do lixo. Foi inaugurada, em setembro deste ano, em São Paulo, a Termoverde Caieiras. Com investimentos na ordem de R$ 100 milhões, a nova usina iniciou a operação desde o mês de julho. Embora seja novidade em São Paulo, o fato já é realidade na Bahia desde 2011, mas pouca gente conhece o fato. A Termoverde Salvador, que também integra o grupo da unidade paulista, tem capacidade de geração de energia de 19,73 MW e diariamente transforma 2,8 mil toneladas de lixo em energia elétrica. O potencial de Salvador está sendo explorado em toda a sua capacidade e, só para se ter uma ideia, a energia gerada pela usina equivale ao suprimento de consumo de energia para 200 mil pessoas. A Termoverde Salvador foi a primeira térmica do Nordeste e, hoje, a energia que sai da unidade é nacionalmente comercializada no mercado. O combustível necessário para a geração de energia é decorrente da decomposição dos resíduos orgânicos depositados no aterro, o que torna a biomassa uma energia limpa e renovável. “Projetos assim são de extrema importância não só para a preservação do meio ambiente, mas também para a total reutilização do lixo descartado pela população. Ainda contribui para o mercado de geração de energia”, comenta Anderson Braga, sócio mantenedor do CETTPS, centro de referência no ensino técnico, localizado em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©