ABMP lança campanha por valorização do profissional de comunicação

sábado, 22 de outubro de 2016

A Associação Baiana do Mercado Publicitário, entidade que reúne 51 empresas associadas,  está prestes a mostrar sua nova marca, fruto do plano de comunicação da diretoria atual, que assumiu, recentemente, a gestão 2015-2017. Esta novidade vem com a campanha que será lançada, oficialmente, no dia 25/10 (terça-feira), em café da manhã na Casa do Comércio. No evento, estarão presentes, entre os convidados, profissionais do segmento, empresários, imprensa e representantes das instituições parceiras.
A marca traz um novo posicionamento de acordo com o momento em que a associação está, como explica Paloma Leão, publicitária na Morya. “A nova identidade da ABMP acompanha o mercado, sendo leve, moderna, de fácil leitura e aplicação, utilizando ainda tendências nas cores e design”, pontua.
A campanha, intitulada “Com a comunicação também é assim. Melhor procurar um profissional”, busca promover a valorização do profissional de comunicação da Bahia e será exibida em TVs, rádios, jornais, sites, outdoors, busdoors, entre outros espaços de destaque, a partir do dia 28/10.
“A Bahia tem tradição e reconhecimento internacional pelo talento e profissionalismo do trade de comunicação do Estado. Toda esta diversidade deve ser bem aproveitada e o retorno do investimento feito conquistado com segurança. A Bahia é próspera em oportunidades. Aqui os anunciantes encontram boas perspectivas e excelentes profissionais" ressalta João Gomes, presidente da ABMP.

Força do Mercado– Para ampliar a compreensão sobre a atividade de comunicação local, a ABMP consolidou um Estudo inédito no Estado feito pela ABC+ Comunicação e Estratégia, do publicitário Nelson Cadena. Foram entrevistadas 243 empresas em Salvador e interior do estado, contemplando, além das agências de publicidade, os veículos da imprensa e fornecedores como gráficas, comunicação visual, produtoras de áudio, vídeos e eventos, agências digitais e assessorias de comunicação corporativa.
Segundo Cadena, a novidade está no aprofundamento da pesquisa que levou seis meses para conclusão. “Conseguimos catalogar 1.289 empresas do setor de comunicação. Das entrevistadas, conseguimos extrair não só média de faturamento, mas o perfil em detalhe. As agências mais novas, por exemplo, empregam mais mulheres que homens enquanto as mais antigas mostram uma tendência oposta”, explica.
Os pesquisadores cruzaram esta e outras informações com dados oficiais de instituições como IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e SEI – Superintendência de Estudos Sociais e Econômicos do Estado da Bahia. O trabalho rendeu um book de 128 páginas, que será disponibilizado na íntegra aos associados da ABMP no novo site www.abmp.com.br.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©