A Sagração da Primavera será apresentada no TCA

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Jovens da Escola de Dança da FUNCEB e da Orquestra Juvenil da Bahia do programa NEOJIBA são protagonistas. Dias 15 e 16

 No próximo fim de semana (15 e 16), os músicos da Orquestra Juvenil da Bahia e os dançarinos da Escola de Dança da FUNCEB, as duas grandes ações em arte-educação do Governo do Estado da Bahia, apresentam o balé A Sagração da Primavera no Teatro Castro Alves, às 20h (sábado) e 19h (domingo). Também pela primeira vez, a obra será realizada com música ao vivo e balé em Salvador, por uma orquestra baiana.
 A coreografia é do argentino Oscar Araiz e a direção de remontagem é de Anna Paula Drehmer (assistente de coreografia do Balé TCA). A regência fica a cargo de Ricardo Castro. Os ingressos para o espetáculo serão vendidos a partir de hoje (11 de outubro) a preços populares: R$ 4 e R$2) e podem ser adquiridos na bilheteria do TCA, nos SAC’s dos shoppings Bela Vista e Barra e no site da Ingresso Rápido.

Na sexta (14), às 15h30 os integrantes de alguns dos Núcleos de Prática Orquestral e Coral do NEOJIBA, alunos da Escola de Dança da Funceb e de escolas públicas do entorno irão participar do último ensaio geral do espetáculo no TCA. Desde o dia 5 de outubro, as crianças, adolescentes e jovens dos Núcleos do programa estão sendo apresentados a esta obra, através de atividades pedagógicas que envolvem exibição de vídeo, produção de desenhos e discussões para a sua contextualização.

Sobre a Obra - A Sagração da Primavera é uma composição criada pelo russo Igor Stravinski para acompanhia de Sergei Diaghilev, Os Ballets Russes. A obra apresenta quadros da Rússia pagã em duas partes. A estética da partitura marcou uma quebra na história da música europeia, com suas dissonâncias, sua estrutura rítmica percussiva e o trabalho com os timbres. A coreografia original do russo VaslavNijinski também rompeu com o classicismo. No livro Crónicas da minha vida, Stravinski escreveu que a inspiração para a obra surgiu quando ainda estava compondo o Passáro de Fogo, em 1910. "(...) Surgiu a imagem de um ritual sagrado pagão: os sábios anciãos estão sentados em um círculo e observam a dança antes damorte da menina, que está sendo oferecida como um sacrifício ao Deus da Primaveraa fim de ganhar a sua benevolência".

Na Bahia, em 1987, o Balé do Teatro Castro Alves (BTCA) montou sua própria versão de A Sagração daPrimavera com a belíssima coreografia do argentino Oscar Araiz. Em 2013, houve uma remontagem dacoreografia, como parte do Projeto BTCA Memória criado para a Escola de Dança da FUNCEB. Nesta versão 2016 a Escola e o BTCA renovam a parceria educativa para qualificação dos alunos dos cursos preparatório, profissional e livres, assistindo a remontagem coreográfica de Oscar Araiz, com toda a energia e impacto que a caracteriza.

Ação em parceria – O espetáculo é fruto da parceria entre a Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), e o NEOJIBA, programa da Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, com gestão realizada pelo Instituto de Ação Social pela Música (IASPM), entidade sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social.

Serviço: Sagração da Primavera Quando: 15 e 16 de outubro, sábado e domingo
Horário: 20h (sábado, 15) e 19h (domingo, 16) Onde: Teatro Castro Alves Ingresso: R$4 e R$2

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©