Hospital São Rafael, de Salvador, recebe Prêmio Health na categoria sustentabilidade

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O Hospital São Rafael (HSR) recebeu o Prêmio Health IT, na categoria sustentabilidade. O troféu, concedido às marcas, cases, profissionais e instituições, que mais se destacaram no último ano, na área de tecnologia, foi entregue ao diretor geral da unidade, Alfredo Martini, em cerimônia realizada em São Paulo, na quarta-feira (14),. Essa foi a primeira edição do evento, promovido pelo Grupo Mídia, que leva o mesmo nome do prêmio.

Os homenageados foram escolhidos pelo conselho editorial do veículo, composto pelas revistas Healthcare Management, HealthARQ eHealth-IT. Para chegar aos ganhadores, foi aberta votação ao público, pelo site da Healthcare Management, durante dois meses. 

O Grupo também investiu em estudos para detectar os principais destaques que ocorreram no setor no último ano. 

Diagnóstico com Precisão
No Brasil, só em 2015, foram realizados cerca de dois milhões de exames em Medicina Nuclear, segundo o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN). Os procedimentos dessa especialidade detectam, de forma precoce, o câncer, doenças do coração e da tireoide. Para sua realização, é injetada uma substância radioativa no paciente, que ajuda a gerar as imagens do órgão doente por meio de técnicas conhecidas como PET-CT e SPECT.
Para melhorar a qualidade dessas imagens, diminuir a exposição do paciente às substâncias radioativas e evitar desperdícios, está sendo implantado em unidades de saúde do país o Nuclearis – software validado pelo Hospital São Rafael, que monitora em tempo real todas as etapas do procedimento e calcula com exatidão a quantidade da substância radioativa que deve ser injetada no paciente. O sistema foi desenvolvido pela Radtec, empresa baiana de física médica.
Expertise
Situado em Salvador, o São Rafael HSR é um dos principais centros de referência em Medicina Nuclear no país, onde o uso da nova tecnologia, combinada com metodologias de gestão, como o Lean Six Sigma, que proporcionou uma redução de 40% nos custos hospitalares e um aumento de 50% na capacidade de realização de exames. “É gratificante verificar que o nosso serviço de Medicina Nuclear é um polo de excelência, seja na área assistencial quanto de pesquisa. A capilarização da cultura pela qualidade e segurança do paciente encontrou um terreno particularmente fértil na Medicina Nuclear, que deu ótimos resultados assistenciais e de gestão”, comemora Liliana Ronzoni, diretora médica da instituição.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©