Palacete das Artes firma parceria com a EBA/UFBA

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

O Palacete das Artes acaba de firmar uma parceria com a Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. O objetivo é estreitar as relações entre teoria e prática, proporcionando a execução de cursos, seminários e exposições com estudantes da instituição de ensino (graduação e pós-graduação) no museu.
No acordo, além de exposições de alunos e mestrandos na Galeria Mansarda, está prevista uma grande exposição, na Sala Contemporânea, no segundo semestre de 2017. “Estamos felizes em oficializar a parceria com o Palacete das Artes, instituição de grande referência das artes na Bahia, reconhecido pelos grandes eventos artísticos, firmando assim o seu compromisso com a educação e a cultura do país”, declara a diretora da EBA, professora Nanci Novais.
“Essa parceria é de suma importância para ambas as instituições. Vamos receber os alunos da EBA para expor, participar de oficinas e trocar experiências. O projeto defendido pelo IPAC, de dinamização dos espaços culturais, defende não só a salvaguarda do nosso patrimônio mas o projeto de formação dos nossos profissionais”, explica o diretor do Palacete das Artes, Murilo Ribeiro.
Os estudantes da EBA terão a oportunidade de realizar estágios na oficina de cerâmica do Palacete, coordenada pela ceramista Marlice Almeida. “A cada semestre vamos promover um evento de divulgação das peças criadas pelos estudantes. Será uma oportunidade para conhecer técnicas novas, além de fortalecer e movimentar a cerâmica artística baiana”.
De acordo com o documento, caberá ao Palacete das Artes acolher exposições de professores e estudantes, em final de curso, mestrandos e doutorandos da EBA, na Galeria Mansarda; promover eventos em parceria com a EBA nas comemorações dos 140 anos da Escola; realizar palestras, conferências e seminários com professores da instituição de ensino; feiras de artes e design, além de oferecer estágios para os alunos.
Já a Escola de Belas Artes ficará responsável pela utilização do espaço aberto da Escola para oficinas de técnicas específicas de cerâmicas, a exemplo da técnica de raku (técnica de queima da cerâmica); disponibilizar professores e estudantes para ministrar palestras, cursos e outras atividades na programação cultural do Palacete; realizar atividades em parcerias com a Galeria Canizares; utilizar salas e/ou laboratórios (gravura, escultura, informática), para atender alguma atividade específica.
"As escolas, como a EBA, e faculdades da UFBA têm sido grandes parceiras do IPAC, na área de museologia, através dos seus cursos de graduação e pós-graduação, da arquitetura e urbanismo através da FAU-UFBA e do gabinete da reitoria; é imprescindível unirmos o conhecimento acadêmico da UFBA à experiência técnica e de gestão do IPAC", lembra o diretor geral do IPAC, João Carlos de Oliveira.  
O Palacete das Artes é um equipamento vinculado ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural/Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Funciona de terça a sexta, das 13h às 19h, e sábados, domingos e feriados, das 14h às 19h. Mais informações no tel. 71 3117 6987, e site www.palacetedasartes.ba.gov.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©