Novidade vegetal pode proteger encostas de Salvador

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

 O português Fernando Costa Pinto, está introduzindo em Salvador uma inovação, que pode resolver situações criticas de contenção de declives e encostas da cidade, que sempre na época das chuvas sofre com o deslizamento vitimando a população em situações de risco. Recentemente essa tecnologia ganhou uma vitrine de excelência na Avenida Garibaldi, na direção Ondina - Rio Vermelho, ao chegar no cruzamento com a Vasco da Gama.


Trata-se de um processo de bioengenharia que utiliza uma variedade vegetal com caraterísticas excepcionais . O Chrysopogon Zizanioides, conhecido popularmente como Capim Vetiver, adequadamente utilizado, resolve a maioria das situações críticas de contenção de encostas e não menos importante cuida do ponto de vista estético. Suas raízes profundas ultrapassam 3 m no primeiro ano e atingem 7 m de profundidade. Com 1/6 da força tênsil do aço doce, são fasciculadas e descem na vertical. É simultaneamente hidrófita e xerófita , ou seja tolera inundação prolongada ou aridez prolongada. É perene, com sementes estéreis e suas raízes sem estolões ou rizomas a faz não invasiva e a torna uma das plantas mais seguras do ponto de vista ecológico. Rebrota após fogo e não tem pragas ou doenças conhecidas . Extremamente rústica é também usada no tratamento de solos e águas, contaminados. É um dos maiores sequestradores de carbono do mundo.

Para saber mais : 

1 comentários:

Anônimo disse...

... bravo primo Fernando... que consigas obter os maiores sucessos no desenvolvimento deste teu projeto... Para a frente é que é o caminho... Abraço...

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©