Balé Folclórico da Bahia lança livro

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Livro 'Balé Folclórico da Bahia, um Patrimônio Cultural do Brasil' será lançado no próximo dia 24 de agosto 
Mais de dez anos de pesquisa resultaram numa obra bilíngue com 228 páginas, 250 fotos, textos de pesquisadores da área e imagens feitas nos quatro cantos do mundo. O livro retrata não apenas a história da própria companhia, mas também a da própria dança popular no Brasil

Para contar a história do Balé Folclórico da Bahia, grupo reconhecido pela Associação Mundial de Críticos como a melhor companhia de dança folclórica do mundo, não poderia ser diferente. O livro "Balé Folclórico da Bahia, um Patrimônio Cultural do Brasil" é o resultado de mais de dez anos de pesquisa e marca o aniversário de 28 anos da companhia, comemorado neste mês. Em dois idiomas (português e inglês) e com tiragem de três mil exemplares, a obra, editada pela Solisluna, pesa cinco quilos e reúne, em 228 páginas, 250 fotos de fotógrafos brasileiros e estrangeiros e textos de pesquisadores que são referência na área.  O lançamento vai acontecer no próximo dia 24 de agosto, às 20 horas, no Pestana Convento do Carmo, em coquetel para convidados. Na ocasião, a publicação poderá ser adquirida por R$ 50,00. A obra também será distribuída, gratuitamente, em bibliotecas públicas e privadas, escolas de dança, fundações e instituições culturais.
"É uma obra com um rico conteúdo, fotos e textos, que trazem uma visão antropológica da dança e revelam a trajetória do Balé Folclórico da Bahia, assim como a própria história da dança popular na Bahia e no Brasil", revela Walson (Vavá) Botelho, fundador e diretor geral da companhia.

O antropólogo Gustavo Falcón, a coreógrafa, professora e pesquisadora em dança, Lia Robatto, e o jornalista Ernesto Falcón, além do próprio Walson Botelho, assinam os textos da obra.
A publicação reúne imagens de fotógrafos brasileiros e estrangeiros, que acompanharam as turnês da companhia, além de registros do arquivo do Balé sobre o cotidiano do grupo nas viagens e em Salvador, cidade onde fica a sede da companhia. São fotos de Marisa Vianna, Isabel Gouvêa, Vinícius Lima, Artur Ikishima e Paulo Sousa. Um ensaio exclusivo feito com a companhia por Andrew Eccles, um dos principais fotógrafos de dança da atualidade, em Nova York, no ano de 2015. Imagens de Philip Martin, registradas na turnê que o grupo realizou na Austrália, em 1998. E fotos de Wendell Wagner, que acompanhou o Balé em 2014 durante turnê na África, continente que inspira as coreografias da companhia.
O livro tem o patrocínio da Tarpon Empreendimentos, Braskem, O Boticário, Hiperideal e do Governo da Bahia, através da Secretária de Cultura e da Fundação Pedro Calmon.

Sobre o Balé Folclórico da Bahia
Única companhia profissional de dança folclórica do país em atividade, o premiado Balé, internacionalmente consagrado, completa 28 anos em agosto de 2016 e já se apresentou em mais de duzentas cidades e 24 países, como Estados Unidos, Itália, Inglaterra, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Nova Zelândia, Austrália, Alemanha, França, Holanda, Suíça, México, Chile, Colômbia, Finlândia, Suécia e África do Sul, dentre outros. “Somos, provavelmente, um dos maiores embaixadores da cultura popular brasileira para o mundo inteiro e temos divulgado a Bahia em todo planeta”, destaca Vavá Botelho.
Com sede no Pelourinho, em Salvador, atualmente, o BFB  possui 40 integrantes – dançarinos, músicos e cantores – que recebem preparação técnica para dança, música, capoeira, canto e teatro. Para preservar e divulgar as principais manifestações folclóricas da Bahia, o Balé desenvolveu uma linguagem cênica que parte dos aspectos populares e atinge questões contemporâneas. O Balé também possui um segundo corpo de baile, que realiza espetáculos, diariamente, no Teatro Miguel Santana, no Pelourinho, tendo como público, principalmente, turistas estrangeiros e de outros estados do Brasil.
Reconhecida pela Associação Mundial de Críticos como a melhor companhia de dança folclórica do mundo, o Balé Folclórico da Bahia já formou mais de 700 bailarinos. A maioria deles de origem muito simples, que aprenderam os primeiros passos de dança no Balé e hoje brilham em grandes companhias internacionais do mundo. “Além do trabalho artístico, temos uma função social”, destaca Vavá Botelho.

Serviço: Lançamento: Balé Folclórico da Bahia, um Patrimônio Cultural do Brasil
Onde: Pestana Convento do Carmo Quando: 24 de agosto Horário: 20 h
Valor: R$ 50,00  (no lançamento). Evento para convidados

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©