Espetáculo FEITOCAL reúne artistas baianos em Salvador

terça-feira, 5 de julho de 2016

Apresentações gratuitas acontecem sexta-feira, 08/07, às 11h30 e 19h, no Teatro Experimental da Escola de Dança da UFBA  

Sete artistas de diferentes municípios do interior da Bahia reúnem-se ao elenco do projeto dançaFEITOCAL para duas apresentações gratuitas que acontecem sexta-feira, às 11h30 e 19h, no Teatro Experimental da Escola de Dança da UFBA (Ondina). O encontro marca o encerramento da itinerância do projeto que, numa iniciativa singular, percorreu cidades baianas promovendo oficinas, vivências, bate-papos e realizando espetáculos em espaços públicos. 

Rastros deste mapeamento – que incluiu os municípios Morro do Chapéu, Monte Santo, Euclides da Cunha, Itapetinga, Vitória da Conquista, Ituaçu e Tanhaçu – serão agora incorporados às duas sessões de FEITOCAL, reafirmando o caráter único de cada apresentação de uma obra que investiga exatamente os processos de formação da memória.

Fronteiras
Realizado por artistas da dança e teatro Rita Aquino, Felipe de Assis e Daniela Guimarães,FEITOCAL partiu das referências de cada intérprete-criador para abordar a memória na tensão entre realidade e ficção, lembrança e esquecimento. No ano passado, o projeto estendeu as fronteiras geográficas deste território, percorrendo uma rota imaginária de cidades relacionadas à produção de cal na Bahia. A experiência em cada município constituiu matéria-prima para a realização das próprias apresentações. Em cada local, um participante da oficina integrava o elenco do espetáculo. 

“Foi uma experiência extremamente rica. Cada artista agregava histórias pessoais ou narrativas públicas, do imaginário das cidades por onde passamos. Assim, FEITOCAL estava sempre se reatualizando no tempo e naquele espaço, reafirmando o caráter vivo do projeto”, lembra Rita Aquino, que assina a concepção do espetáculo. 

“As apresentações em Salvador, reunindo estes artistas, vão intensificar a potência destes encontros e compartilhamentos, reforçando não apenas a dimensão individual da memória, que é sempre pessoal, mas que inevitavelmente trata do coletivo também”, completa Daniela Guimarães.

Compartilhando
Não à toa, os artistas já estão em Salvador, participando de diversas atividades de uma vivência que culminará com as sessões de sexta-feira, numa proposta realizada pela Realejo Projetos e 7Oito Projetos & Produções, contemplada pelo Edital Setorial de Dança 2013 da Fundação Cultural do Estado da Bahia, com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia, Secretaria de Cultura e Secretaria da Fazenda do Governo do Estado da Bahia. São os artistas: Admilton de Aquino Silva, Alan Jeferson Dantas Cunha de Andrade, Anderson Alves Rosa, Fernanda Albergaria Figueiredo, Graciela Teixeira Guimarães, Izis Guimarães Mueller e Pertiano Souza dos Santos. 

O elenco, anteriormente composto por três pessoas, passa a contar com dez artistas em cena. Esse é o caráter distintivo deste projeto: "Não estamos apenas refazendo um percurso, reapresentando um espetáculo. Estamos interceptando as nossas lembranças, inclusive aquelas que foram criadas durante a circulação no estado, com o aqui e agora. Estamos nos propondo a reinventar nossas próprias histórias, junto com pessoas que fizeram parte delas”, conta Felipe de Assis.

A encenação de FEITOCAL se dá em torno de uma espécie de parede, montada com chapas de ferro galvanizado e que sofre uma série de ações ao longo do espetáculo: é erguida, rabiscada, pintada, descascada e mesmo derrubada. Simbolizando a passagem do tempo, expõe as falhas, inacabamentos e apagamentos da memória. A encenação também conta com outros elementos como pá, gesso, baldes e água, adquirindo um aspecto de construção civil, o que reforça a ideia de processualidade. Além disso, toda a estrutura técnica de iluminação, sonorização e projeção de imagens é aparente e operada pelos próprios intérpretes, numa justaposição não hierarquizada de imagem, texto, luz, música e movimento.


Serviço

FEITOCAL
Edição especial reunindo artistas do interior
Teatro Experimental - Escola de Dança da UFBA (Ondina)
Sexta-feira, 08/07, às 11h30 e às 19h
Entrada franca

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©