Grupo Gafilds no Festival de Música Instrumental da Bahia

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Grupo Gafilds, com seu samba, choro e gafieira, dá continuidade à segunda etapa do XXI Festival de Música Instrumental da Bahia, dia 30 de junho, no Museu Náutico (Farol da Barra)
Em seguida  acontece a palestra “Identificando as Constelações”, com Fernando  Munaretto

Dando continuidade à segunda etapa do XXI Festival de Música Instrumental da Bahia, acontece no próximo dia 30 de junho (quinta-feira)  apresentação  do grupo Gafilds, às 19 horas, no Museu Náutico (Farol da Barra). Em seguida,  palestra Identificando as Constelaçõescom o paranaense radicado na Bahia Fernando Munaretto, que vem desenvolvendo trabalhos voltados ao ensino e à divulgação da astronomia em parceria com escolas  e outras instituições. Ingresso: R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia).  Essa celebração da música e da astronomia continua também nas quintas-feiras de julho, até dia 21. A primeira etapa do Festival aconteceu de 9 a 12 de junho, no Teatro Castro Alves.
Gafilds - Samba, Choro e Gafieira -  Criado em 2015, o grupo  Gafilds, além do seu repertório autoral, toca  grandes sucessos do Samba, Choro e da Gafieira, com nova roupagem e inspirados em nomes como Pixinguinha, Chico Buarque, Cartola, Chiquinha Gonzaga, entre outros. O Gafilds  é formado por Thim Vieira (trombone), Javan Pacífico (trompete), Rodrigo Soares (violão sete cordas) e Marcelo Silva ( percussão). O nome Gafilds foi uma invenção de Thim Vieira,  idealizador do grupo, onde ele quis se referir ao estilo Gafieira e fazer uma ligação com os gatos, que são animais, segundo histórias conhecidas, que gostam de sair à noite, característica parecida com a dos músicos, que, no caso, saem muito à noite para tocar.
Fernando Munaretto trabalha com educação e divulgação da astronomia, ministrando palestras e observações do céu ao ar livre na Chapada Diamantina, em sessões na cúpula do Planetário do Museu Parque do Saber, em Feira de Santana, e em sítios históricos de Salvador, como o Forte Santo Antônio da Barra, sede do Museu Náutico (Farol da Barra). Escreve para o blog “O Guardador de Estrelas”, do portal iBahia, e participa pelo segundo ano da programação cultural do Festival de Música Instrumental da Bahia.
Atrações das próximas semanas:  ACordaOSopro Duo, dia 7 de julho;  Hermógenes Araújo, dia 14 de julho, e  Grupo Ventarolla, 21 de julho.
Integrado ao calendário de eventos culturais do Estado, com a curadoria do maestro Zeca Freitas e do pianista e ator Fernando Marinho, o XXI Festival de Música Instrumental da Bahia é uma realização da Associação Instrumental da Bahia, e tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. Produção da Mil Produções.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©