Congresso da UFBA debate a Universidade

terça-feira, 14 de junho de 2016

Congresso da UFBA provoca grande debate sobre a Universidade em seus 70 anos

Com aproximadamente 2,2 mil propostas de apresentações de trabalhos, mesas, fóruns, intervenções artísticas e práticas integrativas de saúde e mais de 5 mil participantes inscritos até o momento -- há a expectativa de que esse número dobre ao longo das próximas semanas --, o Congresso da UFBA será um dos maiores eventos já realizados na história da Universidade para refletir sobre a instituição. "É a ampla discussão que faz a vida universitária florescer. O congresso é uma oportunidade única de a universidade buscar se conhecer e se reinventar, celebrando a alegria de ser UFBA", sintetiza o reitor João Carlos Salles.

Principal realização da Universidade no aniversário de 70 anos de sua fundação, o Congresso vai propiciar, entre 14 e 17 de julho, uma ampla discussão acerca da vida universitária na principal instituição de ensino superior da Bahia. O objetivo fundamental do evento é “fazer a UFBA olhar para si mesma”. Isso acontecerá de duas maneiras: através de debates sobre os desafios enfrentados por quem vive o dia a dia da instituição e por meio da circulação do conhecimento produzido pela UFBA nas mais diversas áreas do conhecimento, estimulando a integração da comunidade universitária.

Uma conferência da filósofa e professora da USP Marilena Chauí, intitulada "Contra a Universidade Operacional e a Servidão Voluntária", marcará a abertura do Congresso em 14 de julho, às 18h, no Teatro Castro Alves. Haverá ainda no mesmo dia uma programação especial de atrações artísticas da UFBA - a principal será a apresentação, às 17h, na área externa do teatro, de 70 alabês [percussionistas ligados a rituais de matrizes africanas] coordenados por Jorge Sacramento.

A expectativa é de que os debates promovidos pelo Congresso sirvam para amadurecer novas ideias sobre os rumos da Universidade, gerando documentos que sintetizem as principais linhas-de-força, pertinentes a cada temática discutida: Ensino, Pesquisa e Extensão; Ações Afirmativas e Assistência Estudantil; Expansão universitária e inclusão social; Internacionalização; Ensino superior na Bahia e no Brasil; Educação a distância, entre outras. Esse acervo servirá para embasaro debate e a revisão criteriosa dos quatro documentos-chave que norteiam a gestão universitária: o Plano de Desenvolvimento Institucional; o Plano Diretor de Tecnologia da Informação; o Estatuto; e o Regimento Geral da UFBA.

Integração
Paulo Costa Lima, assessor especial da Reitoria que está à frente da equipe de organização do Congresso da UFBA, enfatiza que “não será só mais um ‘congresso de área’”.  Por isso mesmo, observa, tem potencial para “virar tradição” na Universidade. Ao acolher, para além das discussões sobre o funcionamento da Universidade, apresentações de resultados da produção científica e artística, o Congresso estimulará docentes, técnico-administrativos e estudantes a transpor as fronteiras da burocracia e da disciplinaridade acadêmica. A ideia, portanto, é que os participantes, em paralelo à apresentação de seus próprios trabalhos, tenham a oportunidade de conhecer o que está sendo feito por colegas de outras áreas da própria UFBA, sejam elas mais ou menos correlacionadas.

A premissa de “integrar a UFBA” se traduz no design do Congresso: em vez de dispersar o evento por várias unidades – o que arriscaria produzir “minicongressos de área” isolados entre si –, a organização optou por concentrar ao máximo as atividades em espaços que favoreçam o contato entre pessoas e trabalhos de áreas diversas. Assim, entre 15 e 17 de julho (sexta a domingo), o congresso ocupará cerca de 53 salas dos Pavilhões de Aulas (PAFs) 1 e 3, no campus de Ondina, onde acontecerão as apresentações de trabalhos. Além dos dois PAFs, auditórios de Unidades Universitárias do campus de Ondina, do PAF 5 e da Reitoria abrigarão farta programação de mesas e fóruns temáticos.
As atividades do Congresso ocorrerão em três turnos: das 08h às 12h15, das 14h às 17h e das 18h30 às 21h.  As intervenções artísticas acontecerão nos intervalos entre 17h às 18h30 - as atrações estão em fase final de seleção pela Pró-Reitoria de Extensão. Haverá ainda, na Praça das Artes, um espaço para práticas integrativas de saúde, como massoterapias diversas, Reiki, acupuntura, etc... 

Cerca de 50 pessoas estão envolvidas na organização do Congresso,e nos dias do evento, contarão também com o reforço de, aproximadamente, 300 estudantes, que atuarão como monitores, recebendo bolsa-auxílio de R$ 300. 
Mais detalhes sobre os preparativos para o evento podem ser acompanhados pelo site www.congresso.ufba.bre pela fanpagewww.facebook.com/Congresso-da-UFBA.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©