Visite a exposição de Henri Matisse na Caixa Cultural

quinta-feira, 12 de maio de 2016

EXPOSIÇÃO NA CAIXA CULTURAL SALVADOR APRESENTA COLAGENS DE HENRI MATISSE

Obras do livro Jazz são expostas pela primeira vez em Salvador

A CAIXA Cultural Salvador apresenta a exposição “Henri Matisse – Jazz”, que traz colagens do pintor, desenhista e escultor francês Henri Matisse (1869-1954). A mostra será aberta no dia 11 de maio, às 19h, e as visitações ocorrerão do dia 12 de maio até o dia 3 de julho de 2016, de terças-feiras a domingos, das 9h às 18h, com acesso gratuito e livre para todos os públicos

A mostra reúne 20 pranchas originais impressas com a técnica au pochoir, feitas especialmente para o livro Jazz, publicado em 1947. Foram impressos 250 álbuns, dos quais apenas dois estão no Brasil. As obras ora apresentadas pertencem ao exemplar 196, que integra o acervo dos Museus Castro Maya.

A curadoria da exposição é de Anna Paola Baptista, curadora do Museu da Chácara do Céu.

Obras do livro Jazz em destaque:
A mostra expõe obras de arte do histórico livro Jazz, de Matisse, que foi veiculado em uma edição limitada, contendo reproduções de colagens coloridas, acompanhadas por pensamentos escritos do artista. “O mais belo livro do século XX”, conforme descreveu o crítico de arte Paulo Herkenhoff.

O conjunto de desenhos feitos com tesoura expostos na CAIXA Cultural utiliza-se da técnica desenvolvida por Matisse no início da década de 1940. Obrigado a passar longos períodos na cama e na cadeira de rodas, quando se recuperava de uma delicada cirurgia, o pintor primeiro dedicou-se ao desenho e à ilustração e, depois, foi mais longe, combinando desenho e pintura, em colagens feitas com papeis recortados e coloridos com guache.

O artista já havia utilizado os papiers collés para o estudo da obra La danse(1909), mas foi a cumplicidade do editor e crítico Tériade que o incentivou a realizar um livro de arte só com papéis colados, trabalho que mais tarde foi considerado como uma de suas obras mais importantes.

Ritmo e significação musicais transportados ao papel:
Durante os primeiros dois anos de trabalho, Matisse experimentou cores e formas, utilizando folhas de papel que eram coloridas com vivas e brilhantes cores de guache. Recortava até atingir o resultado que pretendia. O processo de edição do livro se iniciou em 1942 e durou cinco anos. O título foi definido em 1944 e a idéia de incluir textos só surgiu em 1946.

As imagens variam da abstração a figuras de grande vivacidade, mescladas a um texto manuscrito impresso em fac-símile no qual Matisse teceu observações sobre assuntos diversos. O próprio autor esclareceu que a composição aborda assuntos ligados ao circo, contos populares e viagens, com ritmo identificável aos sons de uma orquestra de jazz.
"Não basta pôr cores, por muito belas que sejam, umas ao pé das outras, é preciso ainda que essas cores atuem umas sobre as outras. Senão é pura cacofonia. Jazz é um ritmo e uma significação", afirmou o artista, ao comentar as obras do livro.


Serviço:
Artes Visuais “Henri Matisse – Jazz”
Período: de 12 de maio a 03 de julho de 2016 (de terças-feiras a domingos)
Horário: das 9h às 18h
Local: CAIXA Cultural Salvador – Rua Carlos Gomes, 57, Centro – Salvador (BA)
Entrada franca
Informações: (71) 3421-4200
Classificação indicativa: livre
Abertura: 11 de maio de 2016, às 19h
Conveniência: estacionamento gratuito ao lado da CAIXA Cultural Salvador, no dia de lançamento


0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©