Petrobrás premia jornalistas no Rio de Janeiro

quarta-feira, 25 de maio de 2016

 
Ganhador do Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo recebeu troféu das mãos do diretor João Elek

A Petrobras entregou nesta terça-feira (24) os 34 troféus aos vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo 2015. O evento, realizado na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro, contou com a presença de jornalistas de todo o Brasil, além de representantes de entidades como Associação Brasileira de Imprensa – ABI, Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, Associação dos Repórteres Fotográficos – Arforc e Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira.

A novidade deste ano foi a categoria Especial, que premiou a melhor reportagem no tema Transparência e Governança Corporativa. O objetivo é fomentar a produção de conteúdos, a divulgação e o debate sobre o tema, que neste momento se faz especialmente importante para a Petrobras e para a sociedade brasileira como um todo.
As vencedoras da categoria foram Marianna Aragão e Luciana Del Caro, da revista Capital Aberto, com a matéria “Entre o público e o privado”. As autoras abordaram as relações entre empresas controladas pelo Estado e o mercado de capitais fora do Brasil.
O grande vencedor da noite foi o jornalista gaúcho Carlos Rollsing, do Jornal Zero Hora. Ele levou o Grande Prêmio Petrobras com a reportagem “Inferno na Terra Prometida”, produzida em parceria com Mateus Bruxel. Carlos relatou a realidade vivida pelos imigrantes haitianos e no Brasil. Os jornalistas foram à fronteira entre Acre e Peru, por onde os imigrantes entram no Brasil, encontraram e documentaram um grupo de viajantes em condições precárias de sobrevivência. "Queria agradecer pelo reconhecimento a esse trabalho, que foi uma grande realização profissional e pessoal. Agradeço ao Zero Hora que fez um investimento bastante forte, acreditou na pauta, mandou a equipe para ficar quanto tempo fosse necessário para colher o material para fazer uma grande reportagem e nós, felizmente, conseguimos isso", disse o jornalista contemplado.  Ele recebeu o troféu das mãos do diretor de Governança, Risco e Conformidade da Petrobras, João Elek. "Vocês contaram histórias muito bonitas e emocionantes nas reportagens que fizeram sobre os mais variados assuntos que acompanhamos pela imprensa. É muito interessante escutar a palavra de quem faz. A Petrobras agradece o carinho dos jornalistas", disse o diretor.
A escolha dos melhores trabalhos foi feita em duas partes. Na primeira etapa, todos os trabalhos recebidos foram avaliados por uma Comissão de Pré-Seleção, composta por oito jornalistas. Na etapa seguinte, os trabalhos foram analisados pela Comissão Julgadora, por outros seis jornalistas, todos com vasta experiência jornalística. Após uma reunião final, a Comissão Julgadora, indicou, entre todos os trabalhos, o vencedor do Grande Prêmio Petrobras de Jornalismo 2015.
A terceira edição do Prêmio Petrobras de Jornalismo teve 1.255 trabalhos inscritos de todas as regiões do país.
Clique aqui para conhecer os vencedores do Prêmio Petrobras de Jornalismo 2015.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©