Morre o artista plástico Sante Scaldaferri

segunda-feira, 16 de maio de 2016

As artes plásticas baianas ficaram mais pobres ontem. Um dos mais expressivos artistas plásticos da Bahia, foi fazer companhia aos seus iguais gênios já pintando nos jardins do éden, como Carlos Bastos, Carybé, Floriano Teixeira, Mário Cravo, Yeda Maria, a partida mais recente, e tantos outros...

 Sante Scaldaferri morreu ontem, domingo (15), aos 88 anos.
 O funeral  será realizado hoje (16), às 17h, no Cemitério Campo Santo, na Federação.


Sante Scaldaferri, nasceu em 1928 em Salvador, Bahia. Fez o curso de pintura na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Tem uma participação atuante no desenvolvimento cultural da Bahia, começando a sua atuação no após-guerra entre os jovens que editavam a revista “MAPA” e continuando até hoje.

Participou do “Cinema Novo” com pequenas cenografias e como ator em filmes de Glauber Rocha. É considerado um dos mais importantes e representativos entre os pintores brasileiros contemporâneos.

Sua pintura alia uma arte erudita sobre raiz popular e reflete o drama e a tragédia do povo da região dos sertões nordestinos do Brasil. Sem ser um regionalista provinciano, mas unindo uma linguagem contemporânea a uma temática brasileira de religiosidade e cultura popular, consegue atingir uma leitura universal e realizando trabalhos de grande força, ao mesmo tempo em que cria com a sua linguagem um trabalho muito pessoal, criativo e inconfundível. Seu universo é fruto de um grande acúmulo de conhecimentos teóricos e de muita vivência pessoal nas fontes da região Nordeste do Brasil. Desde 1957 usa em sua pintura o ex-voto como signo-símbolo, numa transfiguração estética, dando assim uma contribuição à identidade cultural brasileira e ao mesmo tempo consegue expressar o seu próprio universo. Em sua última fase, que começa em 1980, os ex-votos assumem a condição humana para expressarem as fraquezas do caráter, os pecados, assim como suas alegrias e tristezas, amores e ódios. Numa forma mais ampla, o interesse maior de sua pintura é o homem.

Em 1977 foi editado o catálogo “A Cultura Popular na Arte de Sante Scaldaferri” e em 1988 foi editado outro catálogo contendo toda a sua obra, em comemoração aos seus trinta anos como profissional de artes plásticas.

Ambos contêm textos dos mais importantes críticos e intelectuais. Desde 1980 usa a técnica de encáustica e também usa ex-votos originais ou outros materiais acoplados à pintura. Participou e participa de Bienais, Salões, Feiras de Arte, Exposições Individuais e Coletivas no Brasil e no exterior.

Possui inúmeros prêmios e extensa bibliografia a respeito de seu trabalho. Além de pintura de cavalete em várias técnicas, faz tapeçarias, cenários, cartazes, capas de disco, catálogos para teatro, painéis e ilustrações para livros e revistas. Seus quadros constam do acervo de museus e coleções brasileiras e de diversos países. 

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©