Escritor Baiano lança livro sobre Educação e Psicologia

segunda-feira, 16 de maio de 2016


 O Professor e Pós Doutor baiano Paulo França, juntamente com as professoras da Universidade de Brasília, e também doutoras em Psicologia Juliana Eugênia Caixeta e Maria do Amparo Sousa organizaram o livro "Educação e psicologia: Mediações possíveis em tempo de inclusão", em parceria com a Editora CRV. A obra já foi lançada em Brasília, no dia 20 de abril, com uma palestra e sessão de autógrafo.  E será lançada em Salvador, no dia 20 de maio, também com uma palestra e sessão de autógrafos na Livraria Cultura no Shopping Salvador, às 19 horas, com acesso gratuito.

Paulo França é Professor Hospitalar da Associação das Pioneiras Sociais (Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação), Pesquisador vinculado ao Laboratório Ágora Psyché/UNB e do Grupo de Pesquisa sobre Identidade da Universidade Autônoma de Madrid/Espanha. Juliana Caixeta é Bacharel em Psicologia (1998), graduada em Psicologia (1999), Mestre em Psicologia (2001) e Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília (2006). Maria do Amparo é Doutora em Psicologia, Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde pela UnB (2011) e Mestre em Desenvolvimento Humano no Contexto Sócio Cultural, também pela UnB.

Resumo da obra

Neste livro, foram unidos educação e psicologia por permitirem tecer mediações possíveis para promover a inclusão. Para isso, os autores pensaram na inclusão como um fenômeno social, passível de construção pela educação, em contextos deliberadamente planejados e organizados para tal.  

A inclusão compreende toda a pluralidade humana e tem como objetivo possibilitar a todas as pessoas a participação nos mais diversos contextos sociais. A inclusão não é para um ou outro, é para um e outro e considera a diversidade como condição para a vida e opção por vivê-la bem, não apenas tolerando diferenças, mas valorizando-as, como uma vasta gama de experiências que não devem ser desperdiçadas. A atuação escolar mediadora de inclusão aponta para novas constelações de sentidos no que tange à compreensão e à transformação do mundo e das subjetividades.

O grande desafio é, justamente, a convivência dos seres humanos com os seres humanos, na qual não existam fracos negligenciados ou (ab)usados à mercê de mais fortes, mas que tal prática provoque estranheza e perturbe o senso de dignidade de cada ser humano, superando a indiferença e a fantasia da superioridade de uns em relação a outros. A partir desta compreensão, entendemos que os contextos são construídos e transformados pela ação social dos atores que também se transformam nas interações que aí se processam. Tomados pela certeza de que a universidade deve produzir conhecimento na interação com a sociedade, o livro "Educação e Psicologia: mediações possíveis em tempo de inclusão" apresenta experiências de intervenção e resultados de pesquisa que evidenciam a parceria entre a Educação e a Psicologia para a construção de um mundo mais justo e solidário.

Serviço

Tipo de evento: Palestra e sessão de autógrafo
Data: Sexta-feira, 20/05/2016, às  19h | Local: Livraria Cultura,  Salvador Shopping,  3º piso  | Teatro Eva Herz
Contato: Paulo França (71) 9 9184-2625

Currículo dos escritores

Paulo França

Graduado em Pedagogia pela Universidade Católica do Salvador-BA (1991), Mestrado em Psicologia pela Universidade de Brasília (2000), Doutorado em Psicologia pela Universidade de Brasília (2006) e Pós-doutorado pela Universidade Autônoma de Madrid (2009), possui especializações em Orientação Educacional e Supervisão Escolar e formação em Psicopedagogia pelo SEDES/CETIS. Professor Hospitalar da Associação das Pioneiras Sociais (Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação), Pesquisador vinculado ao Laboratório Ágora Psyché/UNB e do Grupo de Pesquisa sobre Identidade da Universidade Autônoma de Madrid/Espanha. Pesquisador da Universidade Aberta do Brasil, tendo colaborado na produção de material pedagógico para orientação dos alunos. Colaborador de projetos do PRODOCÊNCIA da CAPES - Programa de Consolidação das Licenciaturas, da Faculdade UnB Planaltina (FUP). Colaborador do Projeto Educação e Psicologia: mediações possíveis em tempo de inclusão da Faculdade UnB Planaltina. Tem experiência nas áreas de Educação e Saúde com ênfase em Reabilitação atuando principalmente nos seguintes temas: deficiência, paralisia cerebral, psicologia cultural, educação, inclusão, tecnologia assistiva, histórias de vida e construção de significados.

Juliana Eugênia Caixeta

Bacharel em Psicologia (1998), graduada em Psicologia (1999), Mestre em Psicologia (2001) e Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília (2006). Professora Adjunta II da Universidade de Brasília, campus Planaltina. Membro do Laboratório de Apoio e Pesquisa em Ensino de Ciências - LAPEC. Professora orientadora de projetos do PRODOCÊNCIA da CAPES - Programa de Consolidação das Licenciaturas, da Faculdade UnB Planaltina (FUP). Coordenadora do Projeto Educação e Psicologia: mediações possíveis em tempo de inclusão da Faculdade UnB Planaltina. Subcoordenadora de Atividades do Projeto Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente na Escola e na Formação Continuada de Professores, Novos Talentos 2012 da CAPES. Temas de interesse: mediações para a inclusão, responsabilidade social e identidade.

Maria do Amparo de Sousa

Doutora em Psicologia, Processos de Desenvolvimento Humano e Saúde pela UnB (2011) e Mestre em Desenvolvimento Humano no Contexto Sócio Cultural, também pela UnB. Professora Substituta da Universidade de Brasília, lecionando Psicologia da Educação em cursos diversos de Licenciatura. Graduada em Letras (UnB). Em estância de doutorado sanduíche, como bolsista CAPES, 2009, desenvolveu estudos no Dept. de Piscologia Básica da Universidade Autônoma de Madrid, Espanha, projeto que recebe auxílio da Cooperação Internacional Brasil-Espanha Capes-DGU, projeto Memória, identidade e cultura cidadã. Experiência na área de ensino, aprendizagem e desenvolvimento humano, atuando e pesquisando principalmente nos seguintes temas: aprendizagem e desenvolvimento humano; dimensão ética do desenvolvimento, produção de significado e desenvolvimento do self, cultura e desenvolvimento humano, interculturalismo, memória e identidade; educação inclusiva; voluntariado, responsabilidade e extensão universitária; sustentabilidade.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©