Fernando Pessoa em temporada no MAB

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Aos sábados, às 16h, até o final do mês de agosto, o auditório do Museu de Arte da Bahia (MAB), no Corredor da Vitória, abriga o espetáculo “Fernando Pessoa”, que celebra duas décadas unindo literatura, música e teatro

Aos sábados, a partir das 16h, o auditório do Museu de Arte da Bahia, na Vitória, se encherá de poesia. Nos dias 15/08, 22/08 e 29/08/2015 Fernando Pessoa e seus heterônimos sobem ao palco, encarnados no ator Marcos Machado, e acompanhados pelo violão de Amadeu Alves. O espetáculo, que completou 20 anos no último final de semana, mescla prosa, poesia, teatro e música e tem músicas especialmente compostas pelo instrumentista e diretor musical Amadeu Alves. A peça é a adaptação para o teatro dos poemas de Fernando Pessoa,  realizada por Marcos Machado, que já a apresentou nos mais diversos palcos e em salas de aula das Redes Pública e Particular de Ensino. Ator e diretor da peça, Marcos Machado acredita que o mérito do seu projeto é unir a literatura e o teatro para juntas fazer o público “questionar, provocar, entreter e formar conhecimento”.
A palavra atravessou o mar salgado nas asas do poeta e aportou no coração do Brasil. Assim nasceu o espetáculo “Fernando Pessoa”, que transmite de forma lúdica a riqueza da obra poética desse mestre da literatura portuguesa e universal,  para expectadores  das mais diversas camadas sociais, desde jovens estudantes que tiveram o primeiro contato com a obra do poeta, até acadêmicos, estudiosos e apreciadores de forma geral. “Fernando Pessoa” traça um painel das tradições e da poética na literatura portuguesa, resgatando com dinamismo a obra de um dos maiores nomes da poesia moderna de Portugal. O espetáculo mostra o poeta Pessoa, independente de sua qualidade de gênio, como ser humano, ligado à natureza, numa ânsia de buscar o significado da existência . Em cena, Fernando Pessoa e seus heterônimos : Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos, interpretados e caracterizados num clima de lirismo e forte emoção.

Sobre Marcos Machado - Com 36 anos de teatro profissional Marcos Machado iniciou sua carreira em São Paulo. Atuou ao lado de atores como Eva Wilma e John Hebert, entre outros nomes importantes do teatro paulistano. Em 1988, ainda em São Paulo, recebeu indicação para o Prêmio Mambembe de Teatro na categoria Melhor Ator, pela sua atuação na peça “O Planeta Lilás”, de Ziraldo. Em Salvador desde 1991, Marcos Machado é o ator/diretor mais conhecidos pelo público estudantil da Bahia. Seus espetáculos  “Românticos” e “Fernando Pessoa” já foram apresentadas para milhares de pessoas, inclusive, através do seu trabalho como monitor das oficinas de teatro da Fundação Cultural do Estado da Bahia.

No teatro baiano trabalhou com grandes diretores como Luiz Marfuz, Paulo Dourado, Deolindo Checucci, Carmem Paternostro, Adelice Souza, Edinilson Mota Pará, entre outros. No cinema trabalhou com Cacá Diegues, no filme “Tieta do Agreste”, José Humberto, no filme “Lua Violada” e com a X-Filmes Produções no “Corneteiro Lopes”. Na televisão participou dos especiais “Salve o Compositor Popular” e “Aquarela do Ari”, pela TVE, “Especial Fernando Pessoa” e “465 Anos de Salvador”, pela TV Bahia,  e “O Mestre da Palavra”, pela TV Senado. Em 1999 recebeu o Prêmio Copene como Melhor Ator Coadjuvante pelo espetáculo “De Alma Lavada”. Em 2002 recebeu o Prêmio de Melhor Ator no Festival Nacional de Teixeira de Freitas pelo espetáculo “Escorial” e indicação para o Prêmio Braskem, na categoria Melhor Ator, pelo mesmo espetáculo.

SERVIÇO Espetáculo : “FERNANDO PESSOA” Sábados: 15/08, 22/08 e 29/08/2015 Horário: 16h
Local: Museu de Arte da Bahia (MAB) – Corredor da Vitória 2340
Ingressos à venda no local com a produção a partir das 15h: R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 20,00 (inteira)
Imagens - https://www.youtube.com/watch?v=XxPSa5FYO8w

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©