Simpósio Baiano de Câncer de Pele

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Salvador vai sediar Simpósio Baiano de Câncer de Pele com Foco em Melanoma neste sábado, dia 11

Mesmo no inverno e nos dias nublados, a ação da radiação ultravioleta (UV) sobre a Terra é intensa e os cuidados com a exposição solar devem ser tomados diariamente. Para discutir os últimos avanços e tendências no tratamento do câncer de pele, o NOB (Núcleo de Oncologia da Bahia) promove o 3º Simpósio Baiano de Câncer de Pele com Foco em Melanoma, neste sábado, dia 11 de julho, no Hotel Mercure (Rio Vermelho). O evento, presidido pela médica Gildete Lessa, vai reunir oncologistas, dermatologistas, radioterapeutas, patologistas,  enfermeiros, farmacêuticos, residentes e estudantes de medicina. O Simpósio conta com o apoio do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM) e da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD-Ba). Também integra a programação cientifica do evento o curso de Atualização em Melanoma Cutâneo e Dermatoscopia do GBM. A dermatoscopia é um exame de imagem, não invasivo e de alta precisão, que permite o diagnóstico precoce do câncer de pele e identifica lesões suspeitas. Inscrições: www.abmeventos.org.br ou pelo telefone (71) 2107-9682 / 2107-9684.
Dentre os conferencistas de destaque, estão o oncologista Gilberto Lopes (SP), diretor científico do grupo Oncoclí́nicas, que falará sobre terapias-alvo e imunoterapia no tratamento do melanoma avançado; e  o cirurgião oncológico Alberto Weinsten, presidente do Grupo Brasileiro de Melanoma (GBM).
O câncer de pele não-melanoma é o de maior incidência no Brasil, com previsão de 182 mil novos casos para 2015.Segundo estimativa do INCA, devem se diagnosticados 5.890 novos casos de melanoma em 2015, sendo 2.960 em homens e 2.930 em mulheres. Considerado o tipo de câncer de pele mais agressivo, o melanoma tem alto potencial de produzir metástase, podendo ser fatal caso não seja diagnosticado e tratado precocemente. É mais frequente em pessoas de pele clara e sensível. Normalmente, inicia-se com uma pinta escura. A manifestação da doença na pele normal se dá após o aparecimento de uma pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação. Em casos de uma lesão pigmentada pré-existente ocorre aumento no tamanho, alteração na coloração e na forma da lesão, que passa a apresentar bordas irregulares.
O melanoma cutâneo é um tipo de câncer de pele que tem origem nos melanócitos (células produtoras de melanina, substância que determina a cor da pele) e tem predominância em adultos brancos. Pessoas com pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros estão no grupo com maior risco. Também apresentam maior risco pessoas com histórico familiar da doença, queimaduras solares, incapacidade para bronzear e pintas.
Os especialistas recomendam o uso diário do protetor solar por pessoas de todos os tipos de pele mesmo em dias nublados. A exposição solar deve ser evitada entre 10 e 16h.  

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©