Cumpadre de Ogum mais uma semana na Barroqunha

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Depois de sua terceira temporada com casa lotada, o grupo Alafia com o espetáculo Cumpadre de Ogum se apresentam mais uma semana a pedido do público. Com cinco membros indicados em um dos prêmios mais importantes para o teatro, Cia já nasce com ótimos resultados

Já em sua terceira temporada de sucesso, o que lhe rendeu 6 indicações ao Prêrmio Braskem de Teatro, Cumpadre de Ogum extende em mais uma semana as apresentações. As apresentações extras acontecem no Sábado de Aleluia (04) e no Domingo de Pascoa (05), Uma ótima opção para toda a família. A peça está sendo encenada no Espaço Cultural da Barroquinha, às 19h. Os ingressos custarão R$ 15 (meia entrada) e R$ 30 (inteira).
“Estamos muito felizes com o resultado de Cumpadre de Ogum, não só pelas indicações, mas principalmente pela resposta excelente do público”, declara o diretor Edvard Passos. Cumpadre de Ogum conseguiu lotar a casa em dias de agenda lotada na cidade, como no caso do dia do show de Maria Bethania na Barra e do evento na Praça Castro Alves, que inclusive fechou as vias que dão acesso a Barroquinha.
Apesar de ser uma famosa história de Jorge Amado de cinco décadas , as pessoas continuam igualmente surpreendidas pela trama. Prova disso, são as mais diversas reações causadas com a desconcertante cena final, então uma deixa para o elenco trazer ao palco o ineditismo de uma obra famosa.

Convivência de credos, diversidade étnica em Salvador, e sobretudo uma história sobre o valor da amizade verdadeira são elementos que permeiam a divertida trama. Seu maior conflito é protagonizado pelo biscateiro Massu das Sete Portas: um homem negro que, com a ajuda de amigos, organiza o batizado na igreja de seu filhinho “galego". Até aí seria pouca novidade se o padrinho não fosse Ogum, que anuncia o batizado dentro da igreja da Barroquinha.

A encenação está a serviço do eixo principal do trabalho original, difere apenas em alguns pontos por conta das estratégias da dramaturgia, criadas pelo diretor para aproximar o espectador. A historia se passa em 1950 e foi preciso criar portais que conectem o tempo da trama ao tempo presente. Outras diferenças nasceram da adequação à melhor performance do elenco, como a criação de novos personagens.
“O elenco é um tesouro dessa montagem. Pedras preciosas garimpadas com todo empenho. O teatro que eu faço é um teatro de atores. Quando escolho um elenco levo em consideração a qualidade da resposta em cena. a adequação do perfil e a ética”, diz Edvard Passos. Segundo o próprio elenco , a Aláfia Cia de Teatro de Salvador surgiu da necessidade do grupo estar junto e mostrar o seu melhor, surgiu também do ótimo clima entre os atores.
Os atores desta nova temporada é um encontro de gerações, estão no espetáculo Daniel Farias, Amós Heber (Ó Paí Ó), Ana Tereza Mendes, Daniel Caliban (Bartolomeus), Danilo Cairo (Amnésis), Everton Machado (Barrela), Lendro Villa (Amor Barato, +1 Filmes), Leomaria Novaes, Luiz Pepeu, Manu Moraes, Marcia Carolina, Sulivã Bispo, Thiago Almasy e Zé Carlos Júnior (Volpone, Os Iks, Vixe Maria: Deus e o Diabo na Bahia).

Segundo o diretor, a ideia de encenar o Compadre nasceu do amor por Salvador e por entender que o Compadre de Ogum é uma obra matriz digna da beleza que ele enxerga em Salvador. "Precisamos contar nossas próprias histórias. Compadre de Ogum é investimento em amor próprio”, completa.

Serviço:  Espetáculo Compadre de Ogum - Os Pastores da Noite.
Onde? Espaço Cultural da Barroquinha. Quando? Última semana, sábado (04) e domingo (05)
Quanto? R$ 15 (meia entrada) e R$ 30 (inteira). Os Ingressos também serão vendidos através do site http://www.compreingressos.com/

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©