Microtrios inovam o Carnaval de Salvador

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Espaço garantido para a criatividade e a diversidade. O folião pipoca vai atrás dos microtrios do Carnaval da Cultura da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA depois de provar desta novidade nos festejos do ano passado. Em 2015, serão dez projetos arrastando seguidores pelos Circuitos Dodô (Barra), Osmar (Avenida Sete) e Batatinha (Centro Histórico). Os microtrios, selecionados entre 32 projetos inscritos, refletem a diversidade cultural, a criatividade e o estímulo a novos diálogos defendidos pelo secretário de Cultura Jorge Portugal: “É isso que possibilita o aparecimento de novos ritmos, gêneros e inovações: o diálogo. A Cultura (com C maiúsculo) é o lugar do diálogo por excelência”.

A partir deste conceito de diversidade cultural, os dez microtrios que irão fazer a folia pipoca são: de Peu Meurray, Gente Boa se Atrai; Tuk Tuk Sonoro, com a cantora Sylvia Patricia; Rixô Elétrico, de Fred Menendez; Bereguedê Transeunte; Coreto Elétrico; Bahia de Todos os Sambas; Carroça Elétrica, de Neto Balla; Garampiola; Peixinho Elétrico, da Banda Marana, e Microtrio Solar 2015, de Ivan Huol, Ivan Bastos, Cinho D’Amata e Sérgio Albuquerque.
O Microtrio Solar utilizará um coletor para aproveitar a energia do sol, alimentando parte do funcionamento elétrico do veículo. O desfile contará com a participação especial do cantor Chico César, amigo do projeto de muitos carnavais, e realizará mais uma edição da Jam Session de Asfalto, uma sessão de improvisação carnavalesca com interação de músicos de vários gêneros, no asfalto, no meio dos foliões sem corda. 
Olho no olho
Os microtrios podem revolucionar o carnaval com suas propostas criativas do ponto de vista visual, musical e artístico, na avaliação de Arany Santana, diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), que realiza o Carnaval da Cultura da SecultBA. A gestora considera que os projetos “trazem de volta a proximidade do artista com o público, o olho no olho, a coisa mais gostosa do nosso carnaval”. A iniciativa vem atraindo o olhar do público e de mais artistas a cada ano. Prova disso é o crescimento do número de projetos inscritos: em 2014 foram 10 (com 8 apoiados). Em 2015, o número de inscritos mais do que dobrou. Foram 32.

“Existe um espaço para o carnaval alternativo em Salvador. Este carnaval do microtrio é um sucesso, pessoas que já não brincavam na folia estão hoje se sentindo felizes com esta novidade”, considera a cantora Sylvia Patrícia, que comanda o Tuk Tuk Sonoro, montado em uma moto, do tipo triciclo. A artista preparou um repertório especial com rock, músicas dos anos 80, funk e soul, marchinhas e seus sucessos, como Sua Mãe, uma TV e um Gato, em versão frevo. A banda que acompanha a cantora tem naipe de sopros e percussão e participações especiais, caso do baixista Ronaldo Borges.
O microtrio Retrofolia reúne Morotó Slim (guitarra),  Rex (bateria), Julio Moreno (guitarra), Paulo Chamusca (guitarra), Fábio Rocha (baixo) e Kaverna (voz) em torno do tema O Carnaval das Guitarras Baianas. “A guitarra baiana é uma paixão da gente, que vem da nossa infância, pois a maioria da banda Retrofoguetes é da Cidade Baixa, onde seu Osmar Macedo morava”, relembra Morotó, arrematando que quem via as apresentações de seu Osmar e filhos na Igreja do Bonfim queria ser um pouco Armandinho (o então jovem filho prodígio deste que é um dos pais do trio elétrico).

O Retrofolia inclui no seu repertório frevos elétricos, marchinhas, sucessos instrumentais da guitarra baiana compostos pelos grupos Armandinho Dodô e Osmar e Tapajós na década de 70, além de clássicos cantados por nomes como Luiz Caldas, Moraes Moreira e Caetano Veloso. “Estamos muitos felizes por tocar junto com o povão pipoca massa e este ano estamos de carro próprio”, anuncia Morotó, que depois da experiência com microtrio emprestado no ano passado, construiu com parceiros o microtrio que chega agora novinho em folha à grande festa do Carnaval da Cultura. 

Programação
Na quinta-feira Peu Meurray – Gente Boa se Atrai transita pelo circuito Batatinha, a partir das 17h, e o Retrofolia parte da Barra para Ondina, às 22h. Na sequência da fila tem, às 22h15, o Tuk Tuk Sonoro, com a cantora Sylvia Patricia. No sábado o Rixô Elétrico, de Fred Menendez, agita o circuito Barra-Ondina, a partir das 14h, e o Bereguedê Transeunte segue pelo Batatinha, às 15h. O Coreto Elétrico é atração do domingo, no Barra-Ondina, às 22h.
Na segunda-feira o pipoca vai com o Bahia de Todos os Sambas, Carroça Elétrica, de Neto Balla, às 16h, no Campo Grande. Depois será a vez do Garampiola, seguindo o mesmo trajeto. Já no Barra-Ondina desfila o Peixinho Elétrico, da Banda Marana, no horário das 16h. Finalizando a programação de microtrios na terça-feira, o Microtrio Solar 2015 será puxado por Ivan Huol, Ivan Bastos, Cinho D’Amata e Sérgio Albuquerque, a partir de 14h30, no circuito Barra-Ondina.

O Carnaval da Cultura 2015 é o carnaval da democracia e da diversidade, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Ouro Negro, Carnaval Pipoca e Outros Carnavais. A programação completa de nossa festa está disponível nos sites www.cultura.ba.gov.br e www.carnaval.bahia.com.br.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©