Livro aborda a Educação Infantil na Bahia

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Obra coordenada por pesquisadoras da Ufba é resultado de um ano de estudos, em 237 municípios baianos, participantes do Projeto Proinfância. Evento de lançamento acontece em 16.12, às 15h, na Faculdade de Educação da Federal, em Salvador
  
O livro “Educação Infantil - Os Desafios Estão Postos. E O Que Estamos Fazendo?” faz uma ampla análise sobre a educação na Bahia, voltada às crianças de 0 a 5 anos e 11 meses de idade. A obra que mostra os avanços, as dificuldades e os desafios a serem enfrentados, será lançada na próxima terça-feira (16), às 15h, na Faculdade de Educação (Faced), da Universidade Federal da Bahia, em Salvador.

A publicação é o resultado de um ano de pesquisas, em 237 municípios baianos, com a participação de mais de mil profissionais ligados à área da educação, como professores, coordenadores pedagógicos, secretários de educação e demais gestores. Coordenado pelas professoras Marlene Oliveira dos Santos e Maria Izabel Souza Ribeiro, a obra é uma síntese da Pesquisa de Avaliação Diagnóstica Caracterização da Educação Infantil no Estado da Bahia, realizada, em 2013. O livro é o fruto de uma parceria entre o Ministério da Educação e a Ufba  - Faculdade de Educação.

Segundo Marlene dos Santos, os dados da pesquisa evidenciam avanços e desafios que precisam ser enfrentados em nível local, estadual e nacional visando a construção de uma Educação Infantil de qualidade, pública, laica e inclusiva para todas as crianças. “O propósito principal do livro é servir de fonte de estudo e de reflexão para gestores públicos nos processos de formulação e aperfeiçoamento das políticas públicas para a Educação Infantil. Também pretende auxiliar professores, coordenadores pedagógicos e gestores escolares interessados em ressignificar a proposta e as práticas pedagógicas no cotidiano das creches e pré-escolas”, explica a pesquisadora da Ufba.

A professora Marlene relata que um dos dados da pesquisa evidencia que aproximadamente 45% das instituições municipais, que oferecem Educação Infantil no Estado, ainda não possuem proposta pedagógica. “Um elemento considerado fundamental para uma educação de qualidade”, segundo a educadora. Outro dado alarmante informado pela pesquisadora, tendo como base o IBGE (2010) e MEC/Inep (2012), mostra que na Educação Infantil na Bahia, das cerca de 1,5 milhão de crianças de 0 a 6 anos, apenas 485 mil estão matriculadas em instituições educacionais apropriadas. Os números revelam um déficit de matrículas que superam 1 milhão de vagas.

Proinfância Bahia -Durante o biênio 2013-2014, o Proinfância – Bahia assessorou e acompanhou pedagogicamente 244 municípios do estado contemplados pelo projeto, na estruturação e na organização do funcionamento das instituições de Educação Infantil. A atividade oferecia orientação para a estruturação e organização da Educação Infantil e qualificação aos profissionais da área. Para tanto, foram realizadas visitas técnicas e encontros de orientação/formação, em dez polos regionais distribuídos por todo o estado - Salvador, Morro do Chapéu, Euclides da Cunha, Amargosa, Ilhéus, Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim, Baixa Grande, Caetité e Irecê, e oficinas pedagógicas realizadas em Salvador.

Serviço: Lançamento do livro “Educação Infantil - Os Desafios Estão Postos. E O Que Estamos Fazendo?”
Data: 16/12/2014. Horário: 15h Local: Faculdade de Educação/UFBA - Auditório 1 (1º andar)

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©