Margareth Menezes / Programa Iaô na Ribeira

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

O Galpão de Modas da Fábrica Cultural, que tem como presidente a cantora Margareth Menezes, ganhou ares de festa na última terça-feira, 11, durante a cerimônia de encerramento da primeira etapa do Programa Iaô, que tem como foco a qualificação e a geração de oportunidades de trabalho e renda para mulheres da Península de Itapagipe.

Ao lado de Margareth, estiveram presentes a Secretária de Políticas para Mulheres do Estado da Bahia, Vera Lúcia; representantes do SEBRAE e do SENAC; além das costureiras e artesãs participantes do projeto, que tem como pano de fundo o desenvolvimento local sustentável. Com a utilização de lonas plásticas descartáveis, são confeccionadas bolsas, sacolas, necessaires, aventais, jogos americanos, entre outros produtos. 

“Minha expectativa de aprendizado superou durante o período que estivemos aqui. Estou muito feliz porque além de me sentir capaz de criar novos modelos, de enxergar uma possibilidade real de estabilidade financeira, eu ainda consigo ajudar o nosso meio ambiente”, contou a costureira Ana Lima. 

Exemplos como os de Ana que, segundo a secretária Vera Lúcia, confirmam a importância da participação do Estado em projetos como o Iaô. “É muito gratificante ver o resultado desse trabalho, pois nos anima a continuar atuando nessa questão da geração da autonomia  para que as mulheres, muitas vezes chefes de família, consigam projetar novos sonhos”, afirmou a secretária.

Outro objetivo desta primeira Programa Iaô foi criar uma identidade cultural para as peças produzidas na região. “O nosso desafio foi agregar as técnicas artesanais dessas mulheres ao reaproveitamento do material utilizado pela Fábrica Cultural. Hoje nós temos, por exemplo, bordados em ponto cruz, crochê e macramê aplicados em bolsas feitas com lonas ortofônicas, utilizadas em trios elétricos”, explicou a consultora de designer e inovação do SEBRAE, Rita Wulf.

O Programa Iaô tem como expectativa de ampliação comercial a inauguração do Mercado Iaô, uma feira permanente de produtos da economia criativa, idealizada também pela Fábrica Cultural. “Com o lançamento do Mercado Iaô no dia 14 de dezembro, nós acreditamos muito no fortalecimento da cultura da região de Itapagipe, pois teremos uma área de exposição para esses produtos, onde essas mulheres vão ter oportunidade de propagar a sua arte”, disse Margareth Menezes, exibindo um largo sorriso.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©