Alunos da Rede Municipal apresentam mostra artística

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Duzentos e oitenta e cinco estudantes da Rede Municipal de Ensino, entre crianças e adolescentes, sobem ao palco do Teatro Castro Alves para apresentar a Mostra Criativa Salvador de Arte e Cultura Negra, no dia 26 de novembro, às 15h, iniciativa que vai reunir alunos, educadores para assistir a um espetáculo de diversas linguagens artísticas – teatro, música, vídeo, literatura e artes visuais.
A Mostra Criativa Salvador de Arte e Cultura Negra é resultado dos trabalhos iniciados em 2013 nas unidades escolares e que possibilitaram tratar e discutir a temática étnico-racial no calendário escolar, favorecendo a construção da identidade, o respeito à diversidade e o combate ao preconceito e à discriminação racial.
Esta ação é realizada pela Prefeitura Municipal de Salvador, através da Secretaria da Reparação, da Secretaria da Educação e da Secretaria do Desenvolvimento, Turismo e Cultura, por meio da Fundação Gregório de Matos, do Conselho Municipal das Comunidades Negras e do Conselho Municipal de Educação.
Nove mil alunos - A iniciativa compõe o calendário comemorativo aos onze anos da promulgação da Lei 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-brasileira e História, Cultura Africana e Relações Étnico-raciais. Também celebra o 20 de Novembro, Dia Nacional da Consciência Negra.
Ao todo, cerca de nove mil alunos foram sensibilizados acerca da temática, além de professores e coordenadores, e sua metodologia envolveu a realização de onze aulas públicas, visitas em escolas e um circuito cultural, denominado de Mostra Regionalizada, com apresentações abertas à comunidade local.
Desta série de atividades, foram selecionados e reelaboradas 12 trabalhos, que serão apresentadas por estudantes e coordenados pelos professores Lázaro Machado, Luciana Souza (também atores e destaque na cena baiana) e Felipe Rocha.
O espetáculo
A Mostra Criativa Salvador de Arte e Cultura que se divide em quatro partes: Áfricas (que remete ao princípio, aos antepassados, às práticas ancestrais); Chegada ao Brasil (trajetória, cultuação e resistência);  Identidade Cultural (aquilo que ressignificou, gerou conteúdo e abertura para o fortalecimento identitário) e Possibilidades (daquilo que amplia e vislumbra um futuro promissor).
Participam da Mostra as escolas municipais Malê Debalê, Ulysses Guimarães, Ítalo Gaudenzi, Olga Figueiredo de Azevedo, Úrsula Catarino, Armando Carneiro da Rocha, Maria Dolores, Teodoro Sampaio, Centro Paroquial Paulo VI, Centro Municipal de Arte, Cultura e Educação Epifânia Silva e CMEI – Centro Municipal de Educação Infantil Edvaldo Machado Boaventura.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©