OSBA - Concerto Mozart Festival recebe Giampiero Sobrino

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

OSBA APRESENTA O “MOZART FESTIVAL” COM A PARTICIPAÇÃO DO CLARINETISTA ITALIANO GIAMPIERO SOBRINO

REGÊNCIA DO MAESTRO EDUARDO TORRES


O “Mozart Festival” é o próximo concerto da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) pela Série Jorge Amado, dedicado a um dos maiores gênios da música erudita de todos os tempos, o compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791). O Festival vai acontecer no dia 23 de outubro, quinta-feira, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, às 20 horas, com regência do maestro Eduardo Torres, e a participação do clarinetista italiano Giampiero Sobrino, como solista convidado. Para este concerto especial foram selecionadas três composições de Mozart, consagradas em todo o mundo: Adagio e Fuga em Dó Menor K 546, Concerto para clarineta K. 622 em lá maior e a Sinfonia nº40 em sol menor. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). A OSBA tem como curador artístico o maestro Carlos Prazeres, e é mantida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult-BA) através da Fundação Cultural do Estado (Funceb) e Teatro Castro Alves.

GIAMPIERO SOBRINO (solista) – Músico de prestígio internacional, nasceu em Piemonte, na Itália. Aos 20 anos, assumiu o cargo de clarinetista solista da Orquestra Sinfônica da RAI de Turin e da Filarmônica de Turin até 1994. Mais tarde assumiu a mesma posição na Orquestra da Fundação Arena de Verona. É professor na Escola Superior de Música de Saluzzo. Sua intensa atividade artística o levou a trabalhar com grandes regentes e compositores como Solti, Bernstein, Levine, Rostropovich, Maazel, Temirkanov, De Burgos, Sawallich, Giulini, Mehta, Chailly, Sinopoli, Berio, Boulez, Donatoni, Battistelli e Vacchi. Foi solista na turnê da Filarmônica de Lisboa, com G. Bertini, e da Orquestra Schleswig-Holstein, com S. Celibidache. Tem se apresentado regularmente em festivais e temporadas de concertos na Europa. Sua agenda futura inclui apresentações no Lincoln Center em Nova Iorque, Zurique, Madri, Tel Aviv, Ankara, Berlim, Bucareste, Palermo, Bolonha e Gênova.

EDUARDO TORRES (regente)- Mestre em Regência Orquestral e pianista graduado pela Escola de Música da UFBA, onde já lecionou Harmonia, Contraponto, Análise, Piano, Percepção Musical e Improvisação. Estudou com Esther Cardoso, Erick Vasconcelos, Eleazar de Carvalho, Ernst Widmer, Dante Anzolini, Roberto Tibiriçá, Roberto Duarte, Guilhermo Scarabino e Wayne Toews. Integra a Orquestra Sinfônica da Bahia  como pianista e tecladista desde 1990.  Além da OSBA, Já regeu as Orquestras Sinfônica da UFBA, Acadêmica do Teatro Colón, Antunes Câmara, Orquestra e Coro Barroco na Bahia, Petrobrás Pró-Música e Juvenil da Bahia, entre outras.Gravou o CD Remeiros do Rio São Francisco, pelo selo Paulus (Prêmio Copene de Cultura e Arte) no qual rege peças para orquestra de cordas de Ernst Widmer. Desde 2008 atua no NEOJIBA - Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia –, como professor de regência, coordenador pedagógico, maestro preparador da Orquestra Juvenil da Bahia e, atualmente, Diretor Musical.

 

ORQUESTRA SINFÔNICA DA BAHIA – SÉRIE JORGE AMADO – “MOZART FESTIVAL”

Regência: maestro Eduardo Torres

Solista: Giampiero Sobrino (clarineta), Itália

Local: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Data: 23 de outubro, quinta-feira

Horário: 20 horas

Ingresso: R$ 20/R$10

0 comentários:

Postar um comentário

 
Salvador Acontece - Copyright©2007 Salvador Acontece. Todos os direitos reservados. | by TNB-Adaptação:José Mendes ©